Header Ads

Zé Maranhão defende melhorias para trabalhador rural em debate na Fetag

Candidato do MDB ao Governo também afirmou que vai trabalhar pela segurança hídrica definitiva

Maranhão apresenta propostas para os trabalhadores rurais (Foto: Assessoria)
O candidato ao Governo do Estado pelo MDB, Zé Maranhão, participou nesta sexta-feira (21) de um debate na Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba, Fetag-PB. Depois de ouvir as demandas, Zé afirmou que “nenhum plano de governo é uma peça inflexível. Ele está sujeito aos fatos gerados no decurso de um governo democrático e comprometido com o desenvolvimento socioeconômico. Assino e concordo com as propostas que nos foram apresentadas aqui pela Fetag. Nós temos uma história marcada pela preocupação de atender pela melhor forma  as demandas da sociedade.” 

Como profundo conhecedor deste estado, Zé lembrou que vivemos numa região difícil em que quase 80% do território é marcado por secas recorrentes. ”A Paraíba tem sabido, pela coragem  e inteligência do povo, criar condições de convivência nesse ambiente. Cabe aos governos ter dignidade de fazer os programas que possam realmente fortalecer o semiárido. Vamos incrementar a política de abastecimento de água. Foi o caminho que escolhemos e que queremos voltar a percorrer. As Várzeas de Sousa, por exemplo, foram destinadas aos pequenos irrigantes mas essa metodologia não foi sequenciada pelo governo. Estamos falando de uma das áreas mais férteis do estado. Vamos canalizar águas do Rio Piancó junto com as águas da transposição do Rio São Francisco para atender muitas cidades daquela região”, disse.

Zé também afirmou que vai trabalhar pela segurança hídrica definitiva. “Estamos lutando desde o começo para que isso aconteça. É importante aproveitar mananciais. Há rios que precisam ser aproveitados no seu potencial. Temos o projeto de integração  das bacias hidrográficas do Rio Paraíba com o Mamanguape que permitirá a irrigação de cerca de 15 mil hectares. Vai facilitar agricultura familiar pequenos produtores”, concluiu. 

Da Assessoria de Imprensa
Em 21.09.18, às 14h53

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.