Header Ads

Bolsonaro se antecipa e diz como tratará governadores como João Azevedo

Na Paraíba, o governador eleito e o atual votam em Fernando Haddad

Momento em que Bolsonaro concedeu entrevista ao jornalista Boris Casoy (Foto: Da Net)
No 1º turno, na sexta-feira (28/09), ainda no Hospital Albert Einstein, o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, concedeu uma entrevista ao jornalista Boris Casoy da Rede TV. Na ocasião, ele tratou sobre alguns temas polêmicos, no entanto, uma delas chamou a atenção dos paraibanos e viralizou na internet.

Boris questionou: Como o senhor vai se relacionar com os governadores da oposição? – Bolsonaro foi direto: “Nós vamos priorizar os governadores afinados conosco. Um governador, um partido que fizer uma oposição mais radical, vamos tentar não atrapalhar, vamos beneficiar a população daquele Estado, mas vai ter um tratamento secundário”.

Ao analisarem friamente as declarações, os aliados do governador eleito da Paraíba João Azevedo (PSB) trouxeram à tona uma preocupação: “Em caso de vitória do candidato do PSL, a Paraíba será altamente penalizada em razão do apoio de João Azevedo e Ricardo Coutinho ao projeto de Fernando Haddad. Estaria ameaçado o tratamento republicano entre os Governos Estadual e Federal?”.

Sem levar em conta as insinuações de Bolsonaro sobre um possível tratamento “secundário” aos governadores de oposição, João Azevedo e Ricardo Coutinho reafirmaram apoio ao petista Fernando Haddad. No 1º turno, Haddad venceu na Paraíba com 45,46% dos votos contra 31,30% de Bolsonaro.

Do ManchetePB
Em 13.10.18, às 1646

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.