Header Ads

Veritá, que dá 35% a João, usou dados enganosos com vantagem de Aécio contra Dilma

Conforme o Veritá, na época, Aécio estaria com 57% e Dilma 43% no segundo turno das eleições presidenciais. A matéria é da Folha Online
Dados do Instituto Veritá, dando vantagem de Aécio contra Dilma Rousseff (Foto: Folha Online)

O Instituto de Pesquisa Veritá, que divulgou pesquisa na Paraíba, em parceria com o site MaisPB, dando um percentual de 35% para o candidato a governador João Azevêdo (PSB), usou dados enganosos em 2014, expondo vantagem do então candidato a presidente da República, Aécio Neves (PSDB), contra Dilma Rousseff (PT), que também postulava a mesma eleição.

Clique AQUI e veja matéria da Folha Online sobre o Instituto Veritá

Conforme o Veritá, na época, Aécio estaria com 57% e Dilma 43. Os dados foram, inclusive, divulgados no Guia Eleitora na campanha do segundo turno do candidato tucano. A descoberta dos dados enganosos, para favorecer o adversário do PT, foram revelados pelo próprio dono do instituto, Adriano Silvoni, e o estatístico responsável pela pesquisa Leonardo de Assis.

Na recente pesquisa divulgada na Paraíba e em parceria com o MaisPB, o Instituto Veritá aponta João Azevêdo com 35%, Lucélio Cartaxo com 19,1% e Maranhão 18,7%. A matéria, sobre a descoberta dos dados enganosos para favorecer Aécio Neves, foi divulgada pela Folha Online, em 30 de outubro de 2014.

Veja cópia da matéria



Da Redação/Fato a Fato com Folha Online
Em 01.10.18, às 20h46

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.