Header Ads

Bolsonaro diz que trabalho de Moro o ajudou politicamente

Presidente afirmou que juiz federal terá ampla liberdade em "superministério", que terá controle sobre segurança pública e órgãos de controle financeiro

Presidente eleito Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/TV Globo)
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse que trabalho do juiz federal Sergio Moro, futuro ministro da Justiça em seu governo, o ajudou a crescer politicamente. “Você tem que reconhecer o trabalho dele, muito bem feito. Inclusive em função do combate à corrupção, da operação Lava Jato, as questões do mensalão, entre outros, me ajudou a crescer, politicamente falando”, disse.

Em sua primeira coletiva a jornalistas após a eleição, Bolsonaro afirmou que Moro terá “ampla liberdade” para exercer seu trabalho à frente da pasta, definida como um “superministério”, que também ficará responsável pela segurança pública. O presidente eleito disse que o juiz também poderá ter sob seu comando parte de órgãos de controle como o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) — hoje vinculado ao Ministério da Fazenda.

A ideia, segundo Bolsonaro, é combater o crime organizado pelo viés financeiro. “O caminho é seguir o dinheiro e você tem que ter meios para tal. O Ministério da Justiça daria todos os meios para Sergio Moro perseguir este objetivo”, disse.

No futuro ministério, Moro vai ser responsável por, por, entre outras coisas, conduzir os trabalhos da Polícia Federal e do sistema penitenciário. Ainda há a expectativa de que a pasta da Transparência, Fiscalização e a Controladoria-Geral da União (CGU), responsável pelo acompanhamento da atuação dos outros órgãos federais, também seja incorporada à pasta.

Por Veja Online
Em 04.11.18, às 02h15

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.