Header Ads

Com pênalti polêmico no fim, Inter vence de virada e é vice-líder

Gol de D'Alessandro em cobrança de pênalti surgiu de penalidade já marcada nos acréscimos deu triunfo sobre o Atlético-PR no Beira-Rio

Inter-RS venceu o Atlético-PR (Foto: LanceNet)
Foram necessários 93 minutos e um pênalti discutível para que o Internacional conseguisse ficar à frente do placar jogando contra time bastante modificado do Atlético-PR no Beira-Rio, vencendo de virada por 2 a 1. 

O resultado foi suficiente para conseguir três pontos que, graças aos resultados da rodada, colocaram o time de Porto Alegre na vice-liderança do Brasileirão com cinco pontos atrás do Palmeiras. O Furacão, por sua vez, saiu de campo reclamando bastante da arbitragem capitaneada por Rodrigo D'alonso Ferreira e na nona posição com 43 pontos.

Bastante volume, mas poucos chutes

A atitude e movimentação no ataque para a criação de jogadas era maior por parte do Inter, algo esperado até mesmo pelo estilo de jogo e retrospecto em casa do Colorado aliados aos números do Furacão como visitante e sua ideia de jogar na base do contra-ataque, explorando essencialmente os erros de seu oponente. 

Contudo, mesmo conseguido "abrir" a defesa paranaense trocando passes rápidos e com infiltrações pelos lados do campo, faltava conseguir transformar esse domínio em finalizações que realmente conseguissem incomodar o arqueiro Felipe Alves.

"Pancadas" de fora da área se salvaram

O único momento onde o Inter conseguiu finalizar na primeira etapa de maneira a levantar o torcedor presente no Beira-Rio foi quando D'Alessandro, em rebote da zaga aos 24 minutos, conseguiu pegar de primeira um bonito voleio que passou raspando a trave esquerda de Felipe Alves.

Por sua vez, o Atlético conseguiu assustar a meta de Marcelo Lomba com Bergson em cobrança de falta próxima a meia-lua. Ao soltar a bomba, o camisa 30 do time de Curitiba colocou uma curva bastante sinuosa na bola que passou bem perto do canto esquerdo do gol Colorado.  

Voltaram acesos e gol do Furacão

Com Leandro Damião e Nico López em dois lances diferentes, o Colorado parecia mais "inteiro" no ataque e conseguia ser mais constante nas jogadas de criação. Ainda mais porque o momento de mais perigo elaborado pelos visitantes veio em um desvio ocasional nas costas de Victor Cuesta que tocou na trave esquerda de Marcelo Lomba.

Todavia, depois de passe interceptado de Patrick, o meio-campista Camacho arriscou de fora da área e contou com um desvio letal de Rodrigo Moledo para tirar Lomba da jogada, 1 a 0 no Beira-Rio. 

Pressão que deu resultado

Sair atrás do marcador não abalou o estilo de jogo estabelecido pelos anfitriões, ainda mais porque as entradas de Rossi e Willian Pottker deixaram o time ainda mais atirado ao campo de ataque. A recompensa de tanto esforço veio com o cruzamento completado por Rodrigo Moledo deixando tudo igual e dando a esperança da virada para o torcedor da equipe gaúcha.

Nos minutos finais da partida, já nos acréscimos, o árbitro marcou um polêmico pênalti em cima de Rossi. Na cobrança, D'Alessandro encheu o pé no extremo canto esquerdo de Felipe Alves e caracterizou a virada do Internacional.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 4/11/2018 - 19h
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (CBF-SC)
Auxiliares: Helton Nunes e Alex dos Santos (ambos CBF-SC)
Cartões amarelos: Victor Cuesta, Iago (INT); Felipe Alves, Márcio Azevedo (CAP) 
Cartões vermelhos: 
Gols: Camacho (18'/2°T) (0-1), Rodrigo Moledo (36'/2°T) (1-1) e D'Alessandro (48'/2°T) 
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Gabriel Dias (Rossi, aos 34'/2°T), Patrick, Juan Alano (Willian Pottker, aos 21'/2°T), D'Alessandro e Nico López; Leandro Damião (Wellington Silva, aos 14'/2°T). Técnico: Odair Hellmann.

ATLÉTICO-PR: Felipe Alves; Diego Ferreira, Wanderson, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Camacho (Léo Pereira, aos 38'/2°T) Matheus Rossetto (Raphael Veiga, aos 21'/2°T) e Bruno Guimarães; Marcinho (Marcelo Cirino, aos 26'/2°T), Bergson e Rony. Técnico: Thiago Nunes. 

Do LanceNet
Em 05.11.18, às 00h02 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.