Header Ads

River não aceita mudança de final para Madri e irá apelar na Conmebol

O presidente Rodolfo D'Onofrio também iniciou as tratativas para manter o jogo no Monumental de Nuñez, e com a presença da torcida do River

River Plate vai recorrer (Foto: Da Net)
O River Plate não aceita a mudança da final da Copa Libertadores para Madri e irá apelar na Conmebol para que a partida seja disputada no Monumental de Nuñez, que deveria ter recebido o jogo no último fim de semana antes dos adiamentos por conta da confusão com o ônibus do Boca Juniors.

Na madrugada desta sexta-feira (30), ainda fim da noite de quinta na Argentina em razão da diferença de fuso, o clube emitiu um comunicado oficial no qual anuncia a decisão pela apelação na entidade que comanda o futebol sul-americano.

Desde o anúncio de que a decisão seria adiada, o River bateu o pé para que, primeiro, a competição fosse decidida no campo. Isso porque o Boca Juniors, na manhã de domingo (25), entrou com um pedido na Conmebol para que a final fosse suspensa e o clube declarado campeão.

O presidente Rodolfo D’Onofrio também iniciou as tratativas para manter o jogo no Monumental de Nuñez, e com a presença da torcida do River.

Nesta quinta (29), a Conmebol negou o pedido do Boca e anunciou a realização do confronto no estádio Santiago Bernabéu, do Real Madrid (ESP).

A entidade também informou as punições que serão dadas ao River Plate. O clube terá de fazer os dois próximos confrontos como mandante, em torneios da confederação sul-americana, sem a presença de público. Será obrigado também a pagar uma multa de US$ 400 mil (cerca de R$ 1,5 milhão).

Além do pedido de apelação para que o jogo não seja na Espanha, o River também entrará com recurso para retirar ou, no mínimo, aliviar as sanções anunciadas pela Conmebol.

Da Folhapress
Em 30.11.18, às 14h36

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.