Header Ads

Santa Rita adere ao Novembro Azul contra o câncer de próstata

Para ter acesso ao atendimento, o usuário deve procurar uma das 41 unidades básicas de saúde espalhadas pelo município

Abertura da campanha teve palestra (Foto: Assessoria)
A campanha nacional de conscientização e prevenção ao câncer de próstata, realizada sempre no mês de novembro, foi lançada oficialmente nesta terça-feira (06) em Santa Rita em evento na unidade de saúde Celia Santiago, no Alto das Populares.  

Dezenas de usuários participaram da abertura, que contou com palestra de profissionais de medicina e enfermagem, além de diversos serviços, como exames de glicemia, aferição de pressão, pesagem e até oferta de corte de cabelo.

Severino Feliciano, de 62 anos, é morador do bairro e aproveitou a oportunidade para conferir a sua pressão arterial e realizar testes rápidos. Ele garantiu que também vai procurar o urologista por conta da campanha.

A Secretaria de Saúde do município dispõe de forma permanente da oferta do atendimento especializado, mas o objetivo do Novembro Azul é reforçar esta convocação e conscientizar os homens sobre a necessidade de buscar a assistência e realizar a prevenção. Os usuários poderão realizar consulta com o urologista e realizar exames de PSA e ultrassonografia na rede municipal de saúde.

A secretária Maria do Desterro destacou que todos os homens com idade a partir de 50 anos devem buscar o atendimento para investigar e diagnosticar o câncer de próstata, um dos tipos mais frequentes entre usuários do sexo masculino. Havendo casos de câncer na família ou sintomas da doença, a faixa etária deve ser a partir dos 45 anos.

“Precisamos sensibilizar o público masculino sobre os cuidados com a saúde e principalmente com o diagnóstico e tratamento precoce do câncer de próstata. Em geral, os homens têm mais dificuldade em cuidar da própria saúde e só buscam atendimento quando já estão doentes. Nossos serviços não funcionam apenas em novembro, mas neste mês, em especial, fazemos este chamamento para ampliar a assistência e a prevenção”, disse a secretária.

Para ter acesso ao atendimento, o usuário deve procurar uma das 41 unidades básicas de saúde espalhadas pelo município, onde receberão o encaminhamento para o serviço especializado.

Da Assessoria de Imprensa
Em 06.11.18, às 15h01

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.