Header Ads

Advogado da PM de Alagoinha é impedido de falar em rádio comunitária

Advogado Beto Oliveira indeferiu pedido de alvará feito pela emissora junto a Prefeitura Municipal

Advogado Alberto Oliveira (Foto: Da Net)
O procurador jurídico de Alagoinha, Brejo paraibano, Carlos Alberto de Oliveira (Beto Oliveira) foi impedido de participar de um programa jornalístico na Rádio Comunitária da cidade. O advogado pretendia explicar sobre a decisão tomada ao indeferir, no alvará da emissora, assunto em discussão pelos comunicadores Aluizio Justino e Nando Silvestre.

Ouça áudios AQUI

Segundo informações, durante a última semana, membros da diretoria da emissora se dirigiram a Prefeitura, com a intenção de renovar o alvará, porém, a Procuradoria Jurídica identificou que a emissora encontra-se com débitos documentais junto ao município.

Os comunicadores comentavam sobre a decisão do procurador na última semana, no programa Alagoinha Notícias. O advogado Carlos Alberto se dirigiu a emissora, sendo impedido pelos radialistas de participar naquele instante. No áudio gravado pelo procurador, é possível ouvir a voz de Aluizio que diz: “O senhor procure. Num disse que ia dar parte, vá dar parte”, se referindo à prestação de um Boletim de Ocorrência na Delegacia.

Do Blog do Galdino com Fato a Fato
Em 05.12.18, às 22h30

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.