Header Ads

CM de GBA derruba veto de Zenóbio a projeto que reduz horas extras de junta da STTRANS

Apenas três vereadores da base governista votaram a favor do veto do prefeito Zenóbio

Vereadores derrubaram veto do prefeito Zenóbio Toscano (Foto: Da Net)
Com votos de todos os vereadores de oposição e o reforço de um voto de parlamentar governista, a Câmara Municipal de Guarabira derrubou veto do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) a projeto que reduz valor pago a servidores comissionados da Junta de Recursos de Infração de Trânsito da STTRANS.

A sessão foi realizada nesta quarta-feira (4) e três vereadores da base do prefeito na Câmara Municipal se abstiveram de votar.

O projeto, de autoria de vereador José Tolentino de Alustau (Zé Ismai - PHS), estabelece a redução dos atuais 80% do salário mínimo (o que equivale a R$ 763 por reunião) para 20% a remuneração da Junta, que se reúne três vezes por mês, em reuniões que duram em média duas horas.

Zenóbio vetou o projeto alegando inconstitucionalidade, mas na sessão, o veto foi derrubado, impondo derrota ao prefeito, e a redução da remuneração fica valendo a partir da publicação no Diário Oficial.

Veja os vereadores que votaram pela derrubada do veto

– Zé Ismai

– Renato Meireles

– Marcelo Bandeira

– Michele Paulino

– Wilson Filho

– Michel do Empenho

– Saulo de Biu

– Tiago do Mutirão

Votaram pela manutenção do veto

– Renato Toscano

– Elias Filho

– Leonardo Macena

Se abstiveram de votar

– Jáder Filho

– Marcos de Enoque

– Luciano do Bolo

Apenas três vereadores da base governista votaram a favor do veto do prefeito Zenóbio. Três deles se abstiveram, e um, Tiago do Mutirão, do PSDB, votou com a oposição.

Vereador situacionista, Elias Filho disse que confia na assessoria jurídica da Prefeitura e confia que o prefeito não vetaria o projeto se não estivesse se contrapondo ao ordenamento jurídico vigente, e que por essa razão votou pela manutenção do veto de ZT.

Integrante da bancada Girassol, Renato Meireles usou seu perfil em rede social para comemorar a derrubada do veto e disse que o trio que integra a Junta já recebeu até agora R$ 43 mil.

“Acabamos de derrubar, por maioria na Câmara, o veto do prefeito a um projeto de lei que reduz a gratificação dos comissionados que fazem parte da Comissão Julgadora do STTrans de Guarabira. Juntos essas pessoas já receberam até o mês de setembro 43 mil reais.  O momento é de ir contra privilégios e fiscalizar os gastos públicos. Dissemos NÃO as reuniões de OURO da STTRANS!”, comemorou o vereador Renato Meireles, numa rede social.

Do Portal25Horas com Fato a Fato
Em 04.12.18, às 21h31

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.