Header Ads

Nova crise no Planalto com ligação de Flávio Bolsonaro com supostos milicianos

O senador eleito e filho do presidente Jair Bolsonaro empregou parentes de um ex-PM suspeito de comandar milícias no Rio de Janeiro

Flávio complica vida do pai (Foto: Da Net)
A notícia de que o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) empregou parentes de um ex-PM suspeito de comandar uma milícia em seu gabinete como deputado estadual do Rio de Janeiro aumentou a crise envolvendo o filho mais velho do presidente da República.

Segundo a coluna “Painel”, da Folha de S. Paulo, a ordem no Planalto é tentar blindar Jair Bolsonaro, embora haja o reconhecimento de que as falas complacentes do capitão reformado a milicianos e o seu silêncio após a morte de Marielle Franco (PSOL-RJ), em março de 2018, dão muito fôlego para a oposição.

Ainda de acordo com a “Painel”, a revelação da ligação de Flávio com supostos milicianos, nesta terça (22), “devolveu” o sentimento de preocupação aos aliados do senador eleito, pois, na segunda (21), eles haviam ficado mais tranquilos quando o filho do presidente rebateu as acusações.

Do Wscom
Em 23.1.19, às 10h43

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.