Header Ads

Delegada nega estupro e Botafogo-PB reavalia dispensa de Netinho

Em contato com o Portal Correio, a delegada Vera Lúcia Soares disse que foi até a sede do Botafogo-PB para apurar o suposto estupro, porém a situação foi negada pela funcionária

Sede do Botafogo da Paraíba (Foto: Da Net)
Após anunciar a dispensa do meia Netinho, o Botafogo-PB vai reavaliar a situação do jogador depois que a delegada Vera Lúcia Soares afirmou não ter ocorrido o suposto estupro que teria sido praticado pelo meia contra uma funcionária do clube. A dispensa de Netinho havia sido confirmada pelo presidente do Belo, Sérgio Meira.

A denúncia sobre o suposto estupro surgiu nesse domingo, um dia após Netinho ter chegado embriagado à sede do clube, a Maravilha do Contorno, onde mora.

Em entrevista concedida na manhã desse domingo (3) ao Portal Correio, questionado sobre o que o clube faria com relação ao meia Netinho, o presidente foi enfático em confirmar a dispensa por conta da reincidência em caso de embriaguez.

“O jogador Netinho chegou à concentração, onde reside, por volta das 6h da manhã desse sábado com sintomas de embriaguez. A diretoria já está tomando as providências necessárias para esclarecer os fatos e, independente disso (denúncia do suposto estupro), já está providenciando o desligamento do jogador, pelo fato de ser reincidência (na embriaguez)”, disse o presidente no momento da entrevista.

Nesta segunda-feira (4), porém, a situação mudou. Existe a possibilidade de permanência do jogador na Maravilha do Contorno. “Já que não foi da forma divulgada (sem estupro), estamos revendo a situação”, reavaliou Sérgio Meira.

Delegada nega estupro

Em contato com o Portal Correio, a delegada Vera Lúcia Soares disse que foi até a sede do Botafogo-PB para apurar o suposto estupro, porém a situação foi negada pela funcionária.

“Eu passei lá hoje. A pessoa não é idosa, ela tem 59 anos. A mulher estava se acabando de chorar e disse que nada daquilo (estupro) aconteceu. Ela disse que tem um amor muito grande pelo jogador e que o tem como filho. Ela disse que não imagina quem falou em estupro”, disse a delegada.

Por meio de nota, o Botafogo-PB também comentou o assunto. Veja a nota abaixo:

O Botafogo Futebol Clube, em vista de notícias publicadas neste fim de semana, acerca de possível comportamento inadequado nas dependências do Clube, pelo atleta Evandro Reis de Araújo (Netinho), esclarece que conforme declarações da nossa servidora, suposta vitima da ocorrência, perante a delegada dra. Vera Lúcia de Lima Soares, da Polícia Civil Metropolitana , que colheu o referido depoimento restou concluído que não houve qualquer assédio contra a referida funcionária.

A diretoria reafirma que, como já divulgado na imprensa, o jogador chegou às dependências do clube, onde reside, neste sábado (2), por volta das 6h da manhã, com comportamento inadequado e, por este motivo, responderá pelos seus atos.

No depoimento, a servidora foi enfática ao afirmar não proceder a denúncia que está sendo veiculada em alguns órgãos de imprensa e nas redes sociais, e que “jamais fez qualquer comentário nesse sentido.”

O Botafogo Futebol Clube reitera o compromisso com a verdade, esclarecendo os fatos, e com base no Termo de Declaração, ocorrido na manhã desta segunda (4), à delegada especializada, entende o caso como encerrado.

DIRETORIA EXECUTIVA

Do Portal do Brejo
Em 4.2.19, às 22h02

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.