Header Ads

Gustagol salva, Corinthians vence São Paulo e mantém hegemonia

Com gol do novo xodó corintiano, Timão vence dérbi em casa por 2 a 1 segue invicto contra o Tricolor em casa e reassume liderança do grupo C. São Paulo secará o Oeste

Gustagol marcou o gol da vitória do Timão (Foto: LanceNet)
A freguesia continua! Em jogo fraco tecnicamente, mas repleto de confusões e emoções, o Corinthians venceu o São Paulo, na noite deste domingo, em casa, pela sétima rodada do Campeonato Paulista: 2 a 1. Manoel abriu o placar para o Alvinegro, Pablo empatou, mas Gustagol deu nova vitória do Timão sobre o Tricolor em sua Arena. Até hoje, o time comandado por Vagner Mancini nunca venceu o dérbi na casa corintiana (três empates e sete derrotas)

Com o resultado, o Corinthians chegou aos dez pontos e reassumiu a liderança do grupo C do Campeonato Paulista. Enquanto isso, o São Paulo, com quatro derrotas, tem nove pontos e está em segundo no D. Nesta segunda-feira, o Tricolor torcerá para o Oeste não vencer o São Bento, em casa. O Rubro-Negro também tem dez pontos. 

Corinthians abre o placar, mas...
A partida começou sonolenta, com poucas chances dos dois lados. Quem estava melhor era o São Paulo, que tinha mais a bola, mas muita dificuldade na criação. Prova disso é que o Tricolor passou todo o primeiro tempo sem uma chegada de efeito na meta corintiana. 

E por falar em Corinthians, foi ele quem abriu o placar. Aos 41, Clayson foi à linha de fundo e cruzou na medida para Pedrinho chutar de fora da área e exigir ótima defesa de Tiago Volpi, que mandou para escanteio. Na cobrança de escanteio, mais polêmica: Sornoza cobrou e Manoel cabeceou. A bola bateu no goleiro e saiu, mas, por pouco, entrou. Apesar disso, o gol foi irregular pois a bola já tinha saído na origem da jogada, no cruzamento de Clayson. 

Tricolor empata na mesma moeda
O segundo tempo começou da mesma forma como terminou o primeiro: pouca criatividade, muito chutão e bola parada, além de raros lampejos técnicos. E assim o São Paulo empatou: Carneiro fez ótima jogada individual, cruzou para Antony, que cabeceou e mandou para escanteio. Na cobrança, Reinaldo foi perfeito e Pablo fez de cabeça, em gol que lembrou o do Corinthians. 

A lembrança não veio só por causa da semelhança nas jogadas, mas também pela irregularidade. Isso porque Antony, que substituiu Everton no intervalo, fez falta em Danilo Avelar no início da jogada. 

Gustagol honra o apelido
O tento do tricolor, porém, não fez o São Paulo decolar na partida. Pelo contrário: o jogo fraco e chato persistiu, mas quem marcou mesmo foi o Corinthians, com o seu artilheiro da temporada: Gustagol, que agora tem  sete gols em nove jogos em 2019. O Timão? Este tem dez.

Aos 27, Fagner cruzou, Love tentou, mas a bola sobrou para o camisa 19, que, meio sem querer, marcou. Assim como aconteceu nos outros dois gols da partida, reclamação: esta, porém, injusta. O goleiro são-paulino pediu falta de Vagner Love. 

Achou que não teria mais polêmica? Achou errado
Pouco depois, o Tricolor chegou ao empate, com Carneiro, mas o juiz validou bem. O centroavante do São Paulo dominou com a mão antes do chute. 

Estreia de Júnior Urso
O Corinthians promoveu a estreia do volante, que não comprometeu na marcação, mas foi substituído por Richard no final do jogo. Na troca, aplausos da torcida corintiana.

Piscininha, amor
A partida ficou marcada ainda pela inauguração de uma piscina em um dos camarotes da Arena Corinthians. 
Ficha Técnica: 

Corinthians 2 x 1São Paulo
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 17/2/2019 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelos: Pedrinho (COR) e Igor Vinicius (SAO)
Público e renda: 42.580 presentes / Renda: R$ 2.219.753 
Gols: Manoel (42'/1°T); Pablo (12'/2°T) e Gustavo (27'/2°T)
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso (Richard, 40'/2°T) e Sornoza; Pedrinho (Vital, 33'/2°T) ) Clayson (Vagner Love,24'/2°T ) e Gustavo. Técnico: Fábio Carille
SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Willian Farias (Nenê, 29'/2°T) Hudson e Hernanes; Pablo (Diego Souza, 40'/2°T) Everton (Antony - Int) e Carneiro Técnico: Vagner Mancini

Do LanceNet
Em 18.02.19, às 00h37

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.