Header Ads

Luisa Langer estreia como musa do Salgueiro: Veja outras fotos

Empresária, que já passou pela Viradouro, Vila Isabel e Paraíso do Tuiuti, conta que vai reutilizar material para fantasia que custa R$ 30 mil: ‘Consegui aproveitar muitos faisões’

Luisa Langer é musa do Salgueiro (Foto: G1)
O ano de 2019 vai ser de estreia para Luisa Langer. Depois de já ter desfilado como musa pela Viradouro, Vila Isabel e Paraíso do Tuiuti, a empresária de 30 anos, que posou para o ensaio "As escolas e suas cores" do G1, garante que chegou para ficar e pretende criar raízes no Salgueiro.

Veja AQUI outras fotos de Luisa e as musas das escolas de samba do Rio

“Estava buscando uma escola que tivesse tradição e que eu pudesse criar a minha história. Não quero ficar mais mudando de escola. Por eu já ter uma história no carnaval, fui convidada pela presidência da escola. E eu já estava buscando lugar em uma escola boa, uma escola forte para desfilar esse ano. E o Salgueiro tem esse poder da força da comunidade. Parece fogo queimando”, diz ela, que foi anunciada como musa em fevereiro deste ano na quadra da escola.

“Parece que quando eu cheguei toda a comunidade já me conhecia. Foi muito emocionante e uma honra. Sonho realizado de conseguir entrar para o Salgueiro. Desde então, estou dando meu melhor, para mostrar para a escola que eu quero muito estar aqui.”

Mesmo com pouco tempo para criar a fantasia, Luisa já tem uma coisa certa na cabeça: não quer nada escondendo o seu corpo.

“Quero mostrar o corpo bonito que eu tenho. Não gosto de muita coisa pendurada, porque tapa tudo. Mas eu sempre tento adequar com a ideia do carnavalesco e o meu gosto. Sou muito exigente. Já passei por escolas que o carnavalesco não gosta muito de interferência. E esse ano eu venho de tapa-sexo. Quero mostrar mesmo. Faço tratamento, dieta e me preparo para aparecer bonita.”

Mesmo com pouca roupa, o investimento da fantasia, segundo Luisa, gira em torno de R$ 30 mil. Preço esse que, ela garante ser resultado do reaproveitamento do material de fantasias usadas em outros anos. “Foram me dadas duas opções de fantasia. E como foi muito em cima do carnaval, eu fiquei com receio de aceitar e não conseguir fazer uma fantasia rica. Então, preferi uma que se adaptasse ao meu orçamento. Consegui aproveitar muitos faisões para usar na fantasia deste ano. Sem contar que eu acho o maior desperdício tanto material para usar uma vez.”

Para entrar com tudo em cima na Sapucaí, Luisa garante que já começa a se movimentar antes mesmo do ano terminar. “Dezembro é quando começa a hora de você se movimentar mais para não fazer feio. Eu faço academia o ano inteiro, mas a partir disso eu começo a intensificar na dieta e nos tratamentos estéticos. Porque quando chega o carnaval está tudo no lugar.”

Do G1
Em 16.02.19, às 10h38

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.