Header Ads

ALPB vai instalar Frente Parlamentar contra reforma da Previdência

O deputado Manoel Ludgério disse que a forma como o texto foi apresentado penaliza os mais necessitados

Deputados debaterão Reforma da Previdência (Foto: ALPB)
A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) debateu, durante sessão realizada nesta quarta-feira (27), o texto apresentado pelo Governo Federal para a reforma da Previdência. A deputada Cida Ramos anunciou a data de instalação de uma Frente Parlamentar que pretende debater o tema com o parlamento federal e com representantes de categorias e sindicatos.

Cida voltou a fazer uso da tribuna da Casa para demonstrar sua preocupação com o texto da reforma. A deputada pretende presidira frente parlamentar para debater a matéria. “Nesta Casa, no próximo dia 16 de abril, será lançada a Frente Parlamentar Contra a Reforma da Previdência. Vamos reunir estudiosos e todos os deputados federais poderão se fazer presente e expressarem seus posicionamentos”, afirmou.

A deputada argumentou que o trabalhador brasileiro não pode sofrer prejuízos com esta reforma. “Tenho certeza que o povo brasileiro não é o responsável pela crise que se instalou em nosso país e na Previdência”, pontuou.

O deputado Manoel Ludgério disse que a forma como o texto foi apresentado penaliza os mais necessitados. O parlamentar argumentou que o Governo Federal é o principal responsável pelo déficit na Previdência Social e declarou ser contra que a busca pelo ajuste do sistema tire direitos dos que mais precisam, principalmente, o trabalhador rural. “Não podemos de forma alguma aceitar esse tipo de conduta no Brasil”, declarou.

Ludgério também defendeu a realização de uma sessão com a presença de todos os parlamentares estaduais e federais, assim como senadores paraibanos, para que o assunto possa ser debatido com maior profundidade.

Da Agência ALPB
Em 27.03.19, às 15h04

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.