Header Ads

Tiago Reis garante o Vasco na decisão da Taça Rio

O VAR voltou a ser acionado no segundo tempo, quando o Bangu marcou o gol que seria o da classificação

Tiago Reis comemora gol contra o Bangu (Foto: Da Net)
Com um gol de Tiago Reis, o terceiro em três jogos, o Vasco derrotou o Bangu por 1 a 0, em partida disputada na noite desta quinta-feira, no Maracanã. O resultado classificou a equipe de São Januário para a decisão da Taça Rio, segunda rodada do Campeonato Carioca, neste domingo, diante do Flamengo, no Maracanã.

O jogo foi muito equilibrado e o Bangu voltou a mostrar que atravessa boa fase e quase complicou a classificação do Vasco.

O Alvinegro começou melhor, criou várias chances no primeiro tempo, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Jefferson Paulino. O Bangu melhorou no segundo tempo e poderia ter empatado, mas desperdiçou algumas oportunidades para ficar com a vaga.

O VAR voltou a ser acionado no segundo tempo, quando o Bangu marcou o gol que seria o da classificação e a arbitragem marcou impedimento, decisão confirmada pelo árbitro de vídeo.

O jogo – Antes do primeiro minuto, o zagueiro Leandro Castán fez uma falta dura sobre João Lucas e foi advertido com o cartão amarelo. O primeiro ataque perigoso foi do Vasco. Lucas Mineiro recebeu passe de Marrony e bateu para defesa segura de Jefferson Paulino. O time cruz-maltino adiantou a marcação para tentar recuperar a bola na defesa do adversário e construir as jogadas ofensivas. Sem condições de tocar a bola, o Bangu buscava os lançamentos para Yaya Banhoro.

A equipe de Moça Bonita chegou, pela primeira vez, ao gol de Fernando Miguel aos nove minutos em chute perigoso do zagueiro Rodrigo Lobão.O Vasco respondeu com uma investida de Danilo Barcelos pela esquerda. O lateral levantou na área e Rodrigo Lobão fez o corte, mas Rossi apanhou o rebote e chutou forte, mas a bola desviou na zaga e saiu.

Aos 13 minutos, Marrony cruzou, Rossi completou e Jefferson Paulino espalmou, mas Tiago Reis não conseguiu aproveitar o rebote, concluindo para fora. Mesmo pressionado,o Bangu não se limitava a defender e tentava surpreender o adversário com saídas rápidas. Jairinho, pela esquerda, era muito acionado e dava trabalho aos zagueiros do Vasco.

O Vasco criou a sua melhor chance aos 26 minutos. Após boa troca de passes, Cáceres cruzou e Bruno César pegou, de primeira, mas Jefferson Paulino fez grande defesa. A bola ainda sobrou para Marrony que concluiu para fora.

O Bangu respondeu com um belo chute de Yaya Banhoro que obrigou Fernando Miguel a se esticar todo para evitar o priimeiro gol da equipe de Moça Bonita.

O jogo caiu de ritmo, mas o Vasco manteve o controle das ações, embora encontrasse dificuldades para penetrar na área adversária. O Bangu parecia satisfeito com o resultado e apenas tentava impedir que o Vasco fizesse muita pressão sobre a sua defesa.

Aos 40 minutos, o lateral Danilo Barcelos soltou a bomba e Jefferson Paulino espalmou para o alto e a defesa aliviou o perigo. Nos acréscimos, o lateral Dieyson cruzou e Anderson Lessa cabeceou firme e Fernando Miguel defendeu com segurança. Na última jogada importante do primeiro tempo, Bruno César chutou forte e Jefferson Paulino fez outra grande defesa.

O segundo tempo começou com chuva forte e o Vasco no ataque. O time dirigido por Alberto Valentim aumentou a pressão e o Bangu não conseguia sair da defesa. Aos nove minutos, Danilo Barcelos chutou forte e Jefferson Paulino fez outra grande defesa. Um minuto depois, o goleiro banguense voltou a aparecer bem em conclusão de Bruno César.

De tanto pressionar, o Vasco acabou marcando o primeiro gol aos 11 minutos. Rossi cruzou na área e Tiago Reis cabeceou colocado, sem chances para o goleiro do Bangu. Foi o terceiro gol de Tiago Reis em três partidas entre os profissionais.

Depois de perder a vantagem, o técnico Ado tentou dar mais força ao seu ataque e trocou Felipe Adão por Rhainer. Aos 24 minutos, Marrony derrubou Yaya na entrada da área. Dieyson bateu forte e assustou Fernando Miguel, mas a bola saiu.

O Vasco quase ampliou aos 27 minutos quando Tiago Reis recebeu de costas para o gol, girou e mandou a bomba, mas Jefferson Paulino fez a defesa em dois tempos. Aos 29 minutos, Anderson Lessa recebeu lançamento de Marcos Junior e colocou nas redes de Fernando Miguel , mas o assistente marcou impedimento do atacante banguense e invalidou o gol. O VAR foi acionado e o árbitro de vídeo confirmou a irregularidade.

A equipe dirigida pelo técnico Ado não desanimou e seguiu buscando o gol que lhe daria a classificação, enquanto o Vasco recuou para buscar o resultado e não conseguia sair da pressão imposta pelo time de Moça Bonita.

Numa última tentativa de chegar ao gol, o técnico do Bangu trocou o lateral João Lucas pelo meia Robinho. Enquanto isso, Alberto Valentim colocou o volante Marcelo Mattos na vaga do atacante Rossi. Mattos não atuava desde setembro do ano passado.

Nos minutos finais, o Bangu arriscou tudo para tentar empatar a partida e, aos 49, Dieyson teve a chance de deixar tudo igual, mas bateu por cima do travessão.

FICHA TÉCNICA
BANGU 0 X 1 VASCO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de março de 2019 (Quinta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Público: 19.289 pagantes
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Andréa Marcelino de Sá (RJ)
Cartão Amarelo: Leandro Castán(Vas)

Gols: VASCO: Tiago Reis, aos 11 minutos do segundo tempo

BANGU: Jefferson Paulino, João Lucas(Robinho), Rodrigo Lobão, Anderson Penna e Dieyson; Felipe Dias(Alex Chander), Marcos Junior e Felipe Adão(Rhainer); Yaya, Jairinho e Anderson Lessa. Técnico: Ado

VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Bruno Silva,  Lucas Mineiro, Bruno César(Thiago Galhardo), Marrony e Rossi(Marcelo Mattos) ; Tiago Reis(Yago Pikachu). Técnico: Alberto Valentim

Do Gazeta Esportiva
Em 29.03.19, às 00h28

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.