Header Ads

Açude sangra, mas Patos ainda enfrenta problemas com abastecimento

Falta de água começou nesta quarta-feira após tubulações da adutora do açude da Farinha romperem

Manancial da Farinha, em Patos (Foto:Cícero Araújo/Vitrine Patos)
Três dias após um dos principais açudes da região ter sangrado, os moradores do município de Patos e cidades vizinhas estão enfrentando problemas no abastecimento de água. O caso começou nesta quarta-feira (15) após tubulações da adutora do açude da Farinha romperem.

Matérias, informações, fotos, envie para o WhatsApp da editoria de Fato a Fato (99365-1823)

Ao Portal Correio, a assessoria de comunicação da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informou que a rompimento aconteceu devido à força da água que sangra do açude, que comporta 25.738.500 milhões de metros cúbicos (m³), mas está com 26.489.880 milhões de m³.

“Houve um rompimento que consideramos normal por conta da força da água que sangra do açude, que terminou rompendo o solo e as tubulações. Já providenciamos a troca dessas tubulações e terminaremos esse serviço ainda hoje”, informou a assessoria, adiantando que até o fim desta quarta (10) o abastecimento deverá ser normalizado.

Ainda conforme a assessoria da Cagepa, vários bairros de Patos e cidades vizinhas estão registrando abastecimento irregular de água, já que a água bombeada dos açudes Jatobá, Capoeira e Coremas não está suportando a demanda.

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 11.04.19, às 02h13

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.