Header Ads

Morre paraibana encontrada após desabamento de prédios no Rio de Janeiro

Neste domingo, a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros resgatou a última vítima desaparecida e encerrou um ciclo de mais de duzentas horas de trabalho de busca

Adilma tinha 35 anos (Foto: Facebook)
Um dia após o Corpo de Bombeiros anunciar o fim das buscas por vítimas do desabamento de dois prédios na Muzema, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio, subiu para 24 o número de mortos. A paraibana Adilma Rodrigues, 35 anos, estava internada no CTI do Hospital Lourenço Jorge, foi transferida para um hospital particular na última quinta-feira e morreu no início da manhã desta segunda-feira.

Familiares e amigos da vítima estiveram, no começo da manhã desta segunda-feira, no hospital Unimed Rio para reconhecer o corpo. No entanto, eles não quiseram falar com jornalistas. De acordo com o cunhado de Adilma o corpo saíra da unidade médica e será encaminhado para o Instituto Médico Legal antes do final da manhã. O corpo dela deverá ser enterrado ainda hoje o cemitério do Caju na Zona Portuária do Rio.

Na tragédia, que completou uma semana neste sexta-feira, Adilma perdeu o marido, o pastor Cláudio José de Oliveira Rodrigues, 40, que chegou a ser socorrida com vida dos escombros. A filha do casal também foi internada, Clara Rodrigues, 10, mas já teve alta.

Neste domingo, a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros resgatou a última vítima desaparecida e encerrou um ciclo de mais de duzentas horas de trabalho de busca. De acordo com informações compiladas na área do acidente, não há mais nenhuma pessoa desaparecida, segundo os bombeiros.

Do Wscom com O Dia
Publicada por F@F em 22.04.19, às 18h22

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.