Header Ads

Paulo Victor defende três pênaltis e Grêmio fatura o Gauchão

Arqueiro do Imortal conseguiu superar um também brilhante Marcelo Lomba que, somando tempo normal e decisão, também pegou três penalidades

Grêmio é campeão gaúcho (Foto: LanceNet)
Se fosse possível dar a conquista do Campeonato Gaúcho para dois atletas de Grêmio e Internacional, certamente Paulo Victor e Marcelo Lomba mereceriam a taça. Porém, quem acabou sendo mais decisivo no momento das batidas após o tempo regulamentar foi o goleiro do Tricolor que, com três defesas, assegurou o 38° troféu estadual na galeria do Imortal. 

GUARDOU! SÓ QUE...

Em meio a um confronto bastante truncado onde o Inter tinha mais facilidade em chegar ao plano ofensivo, aos 15 minutos Marcelo Lomba rebateu chute um tanto quanto "mascado" de Everton e André, no rebote, tocou para as redes. Porém, depois de longa revisão, o árbitro de vídeo anulou o tento e o confronto seguiu sem gols. 

SUBIU A INTENSIDADE

Mesmo anulado, o gol serviu como "divisor de águas" onde o time de Renato Portaluppi passou a ser não apenas mais agressivo como, através da sua estratégia de trocar passes mais rápidos no campo de ataque, encontrar os espaços dentro da defesa do Colorado. Apesar disso, faltavam finalizações que efetivamente fizessem Lomba trabalhar de maneira intensa.

PAULO VICTOR!

Depois de travar alguns duelos com Kannemann, Paolo Guerrero teve seu primeiro lance de superioridade sobre a zaga gremista ganhando de cabeça e, com a ponta dos dedos, Paulo Victor subiu para fazer uma fundamental intervenção. 

MARCELO LOMBA!

Sem conseguir furar a intensa marcação formada pela defensiva adversária, o lateral-direito Leonardo Gomes resolveu apostar em um de suas especialidades: o chute de média distância. Com 45 minutos, o camisa 6 bateu muito forte e viu, depois da bola quicar na pequena área, Lomba espalmando do jeito que deu em direção a linha lateral.

PALMO A PALMO

O início do tempo complementar seguiu mostrando um duelo de amplo conhecimento de ambas as partes sobre quais os movimentos do oponente. Com isso, apesar dos esforços, a marcação persistia em ser superior tanto para mitigar a troca de passes gremista como as investidas na base da velocidade em contra-ataques do Inter.

NADA DE RETRANCA

Em dois lances na sequência, o time de Odair Hellmann mostrou que não passaria a etapa complementar apenas esperando seu oponente. Aos 12, Edenílson deu lindo giro em cima da marcação e bateu de esquerda exigindo reflexo na defesa de Paulo Victor que gerou escanteio. Na cobrança desse corner, Rodrigo Moledo ganhou de toda a zaga do Tricolor e testou com força para PV encaixar firme, no meio do gol.

VAR DA DISCÓRDIA E DO MILAGRE

Em lance onde Cortez disputou no corpo a corpo com Iago estando um passo dentro da grande área no lado esquerdo do ataque, a arbitragem inicialmente não marcou sequer falta na queda do lateral do Grêmio. 

Porém, com a revisão do lance usando o VAR, a arbitragem de Jean Pierre Gonçalves Lima marcou a penalidade e iniciou uma confusão que rendeu a expulsão de D'Alessandro, que sequer havia entrado em campo, além de Odair Hellmann.

Após mais de oito minutos após o acionamento do Árbitro de Vídeo, André foi para a batida da penalidade e Marcelo Lomba cai muito bem para fazer a defesa. No rebote, a zaga do Colorado se mostra atenta e consegue fazer o corte antes da finalização de Geromel.

EVERTON NO FÔLEGO FINAL

Já nos nove minutos de acréscimos, o camisa 11 do Imortal começou a ser cada vez mais acionado nas costas da zaga do Inter onde Zeca, lesionado, precisou sair dando lugar a Camilo. Nos dois momentos mais agudos, o Cebolinha limpou bem o marcador e chutou com muito perigo no ângulo direito de Lomba além de, com o pé esquerdo, soltar a bomba que estalou na trave esquerda da meta do Colorado.

BINVICTO!

Se no tempo normal quem brilhou na marca da cal foi Lomba, Paulo Victor deu o troco com juros no momento decisivo. Defendendo três cobranças, ele foi fundamental para que André reencontrasse o arqueiro adversário e, com uma batida dessa vez de pura precisão, desse o bicampeonato estadual invicto ao Tricolor.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 (5) X (4) 0 INTERNACIONAL

Local: Arena Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 17/04/2019 - 21h30
Público-Renda: 51.003 - R$ 2.960.606,00
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
​Assistentes: Rafael da Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
Cartões amarelos: Kannemann, Michel (GRE); Pottker, Patrick, Guerrero, Daniel, Cuesta, Parede (INT)
Cartões vermelhos: D'Alessandro (INT)
Gols: -

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Michel, aos 35'/2°T) Matheus Henrique, Alisson (Diego Tardelli, aos 38'/2°T), Jean Pyerre (Luan, aos 15'/2°T) e Everton; André. Técnico: Renato Portaluppi.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca (Camilo, aos 38'/2°T), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago (Rafael Sobis, aos 52'/2°T); Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, William Pottker (Guilherme Parede, no intervalo) e Nico López; Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Do LanceNet
Publicada por F@F em 18.04.19, às 01h42

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.