Header Ads

Troca de farpas entre deputados da ALPB vai parar na Justiça

Deputados "Dra. Paula" e Júnior Araújo trocaram farpas na Assembleia Legislativa

Sede da Assembleia Legislativa da Paraíba (Foto: Da Net)
A troca de farpas e acusações entre os deputados estaduais da cidade de Cajazeiras, Dra. Paula e Júnior Araújo foi parar na Justiça.

É que dra. Paula entrou com ação judicial cível contra o conterrâneo alegando que este teria atentado contra o decoro parlamentar.

O imbróglio teve início após dra. Paula acusar Júnior Araújo de ter conhecimento dos casos de corrupção que aconteciam na Prefeitura de Cajazeiras na época em que ele fazia parte da gestão. Respondendo de forma irônica, nas redes sociais o parlamentar disse que a médica não fazia o seu tipo e que ela devia estar sonhando com ele já que não tirava o seu nome da boca.

Foi o que bastou para dar início a uma enxurrada de acusações entre os dois em diversos meios de comunicação paraibanos, do Litoral, ao Sertão.

Em suas redes sociais dra. Paula falou sobre a ação impetrada contra o colega de ALPB e destacou que "é preciso ser uma mulher de personalidade forte para encarar os fatos de um homem conversador, de visão conspiratória que tende a desviar a atenção refutando os fatos”.

Confira a postagem da deputada:

QUEBRANDO O SILÊNCIO!

As redes de tecnologia de comunicação representam o maior progresso do homem social e político. Nós mulheres já evoluímos tanto que não permitimos preconceitos de gênero, tento uma audácia típica dos déspotas que envergonham a história do parlamento. Pela primeira vez pude experimentar a verdadeira agressão com tanta violência que todas as mulheres são vítimas. Nesse caso FOMOS vítimas! É preciso ser uma mulher de PERSONALIDADE forte para encarar os fatos de um homem conversador, de visão conspiratória que tende a desviar a atenção refutando os fatos. Portanto senhor deputado, já entrei com uma representação de Decoro Parlamentar, uma ação penal e cível por danos morais. Sei que a casa dará o devido tratamento de que hoje sou vítima. Amanhã, poderá ser qualquer outra parlamentar.

Do PB Agora
Publicada por F@F em 26.04.19, às 20h37

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.