Publicidade
|
Esporte

G.E.C faz 77 anos; Festa homenageia autoridades, treinadores e ex-jogadores
24.06.2013 enviado às 16:01
Texto:

GUARABIRA (PB) – Os 77 anos de fundação do Guarabira Esporte Clube (G.E.C) foram comemorados com jogo festivo no Estádio Municipal Silvio Porto e homenagens a treinadores, ex-jogadores e autoridades as quais, ao longo do tempo, contribuíram direta e indiretamente com o antigo clube, mais conhecido na região como “Espantalho do Brejo”.

A festa e o jogo tiveram a organização da Associação Master Clube de Guarabira (AMCG). Os dois eventos foram também para prestigiar torcedores do “Alviazulino Brejeiro”, além de ex-presidentes do clube, a exemplo do ex-governador Roberto Paulino e o empresário Hidelbrando Farias.

O deputado Raniery Paulino foi homenageado pelos desportistas. Ele recebeu uma camisa do Master do Guarabira Esporte Clube. O parlamentar se disse lisonjeado em ser lembrado pelos organizadores da festa dos 77 anos de fundação do GEC e prometeu sempre colaborar com o desporto amador e profissional de Guarabira.

À festa, realizada no Victor´s Center Hotel, compareceram os ex-jogadores: Geraldo de Cândido e Leão (goleiros), Nilton Sinval (lateral esquerdo), Miltinho (atacante), Naldo Santiago (atacante), Ivan e Fio (volantes), além dos zagueiros Paulino e Edvaldo Santos, os meias Zé Alverga, Naldo e Rony Vieria e os atacantes Duca, Everton, Arilson e Nando.

Em meio aos ex-treinadores foram homenageados Edmundo Fabião e Hélio Lopes. Este último já tendo atuado com Pelé e Pepe, no time do Santos (SP). O senhor Genival Salustiano, que participou da construção do Estádio Silvio Porto, também esteve presente as comemorações.

Deputado Raniery Paulino e o ex-presidente do G.E.C, Hildebrando Farias

Treinador Hélio Lopes (camisa listrada) ao lado de Nilton da Incobel

Da Redação/Fato a Fato

Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Fórmula 1 terá proteção para cabeça dos pilotos a partir de 2017

»Vasco vai bem de novo e vence o América fora de casa pelo Carioca

»Morre o ex-presidente do Botafogo da Paraíba e cronista esportivo Fernando Heleno

»Wallace não comemora gol, e Fla vence a primeira no Carioca: 2 a 0

»Pai de Neymar revela oferta milionária para o filho deixar o Barça

»Com gol salvador de Lizio, Botafogo supera a Portuguesa e mantém 100%

»Amistoso antes de Campeonato Argentino termina em pancadaria

»Neymar e pai se defendem de acusação do Ministério Público

»Fluminense tropeça e começa Carioca com derrota para o Volta Redonda

»Botafogo faz jogo tranquilo e derrota Bangu em estreia no Carioca

 
 
 
Editorial do dia

Momento pra tudo

As distâncias comportamentais entre o público e o privado sempre me intrigaram. Notadamente como raciocinamos diferente. Quando me refiro ao privado, falo da pessoa física, da família e da empresa – onde são feitas todas as contas, na ponta do lápis, e com a acuidade de quem sabe que, na eventualidade do insucesso, não haverá uma décima cavalaria a caminho para bancar e tapar os rombos.

Veja mais
 
Colunistas
Nal do São José
O leite derramado
Mais Lidas