Header Ads

Blocos carnavalescos não têm apoio financeiro da PMG; Secretário explica o motivo

O Folia de Rua em Guarabira é sempre realizado no período que antecede os dias de Carnaval

Blocos não recebem apoio da PMG esse ano (Foto: Da Net)
Esse ano, os blocos carnavalescos de Guarabira não receberam recursos financeiros da Prefeitura. Presidentes e diretores dessas agremiações que, costumeiramente, desfilam no Folia de Rua da cidade reclamaram da fala de apoio da administração municipal. 

Os blocos de Folia de Rua em Guarabira são formados, em sua grande maioria, nas comunidades dos bairros e na periferia. Essas agremiações não possuem recursos financeiros para comprar fantasias, adereços, instrumentos musicais e pagar sonorização, por isso recorrem a administração municipal para desfilarem pelas principais ruas da cidade durante o Carnaval.

O Folia de Rua em Guarabira é sempre realizado no período que antecede os dias de Carnaval. O site oficial da Prefeitura de Guarabira (www.guarabira.pb.gov.br), pelo menos até o fechamento desta matéria, não tinha informações sobre a realização do Folia de Rua na cidade, nem os motivos pelos quais a administração municipal não iria doar verba para os blocos carnavalescos.

Explicação - O secretário de Cultura do município, Tarcísio Pereira, ao responder a um contato feito pela editoria de Fato a Fato, disse que os blocos do Folia de Rua que procuraram a Prefeitura esse ano, preferiram receber como apoio a doação de trio elétrico, o que efetivamente foi atendido pela Secult.

Esse ano, conforme planilha da Secult, nove blocos desfilam no Folia de Rua em Guarabira: Arrasta Fé Guarabira, Manzuá, Bloco do Nên, Oh maré, As Arrombadas do Centrão, Urubuzuada, Blocos do Atletas, Bloco Meu e Teu, Malakabados Folia e Bloco das Baratas. Essas agremiações solicitaram apoio da Prefeitura Municipal, conforme disse o secretário de Cultura do município.

Veja post do secretário de Cultura de Guarabira


Confira blocos que desfilam no Folia de Rua em Guarabira esse ano


Da Redação/Fato a Fato
Em 24.02.19, às 22h50

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.