Header Ads

Grávida é assassinada pela a melhor amiga e tem bebê arrancado a sangue frio

Crime ocorreu em Canelinha, cidade que fica situada na Grande Florianópolis

Rozalba matou Flávia Galdino (Foto: Reprodução)
Flávia Godinho Mafra, de 24 anos, grávida de 36 semanas, foi covardemente assassinada e teve o filho arrancado pela melhor amiga, em Canelinha, na grande Florianópolis. A assassina foi presa nessa sexta, um dia após o desaparecimento da vítima, que foi encontrada pela família nesta sexta. Rozalba Grimm, que confessou o crime, após perder o bebê, se juntou com o marido e os dois planejaram o crime, e tentaram enganar os médicos, chegando ao hospital com a criança arrancada da mãe verdadeira com um estilete.

O delegado de Tijucas, Paulo Alexandre Freyesleben, afirma que Flávia também levou tijoladas na cabeça para morrer. O bebê, machucado pelos golpes de canivete, passa bem. Assassina e marido estão presos.

Bebê (Foto: Reprodução)
Fávia estava desaparecida desde quinta, quando foi levada pela assassina de carro, acreditando que iria a um chá de bebê. O marido e a mãe de Flávia encontraram o corpo dela abandonado na cerâmica.

Após o crime, a autora mandou mensagens para uma profissional de saúde informando que havia ganhado bebê na rua. Depois, ainda postou nas redes sociais uma mensagem pedindo às pessoas que encontrassem Flávia.

Foi a mãe de Flávia Godino quem encontrou o corpo da filha na cerâmica abandonada. Os pais estavam no local e viram a filha totalmente dilacerada.

Do Repórter Manaos
Publicada por F@F em 29.08.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.