Header Ads

Jovem confessa homicídio de fisioterapeuta que foi encontrado morto dentro de casa em CG

O fisioterapeuta Luiz Eduardo Leite Brasileiro, que atuava no hospital de Trauma de Campina Grande, foi encontrado morto dentro do apartamento onde morava no dia 21 de agosto

Fisioterapeuta foi achado morto (Foto: Reprodução)
A polícia civil localizou e prendeu nesta terça-feira (20), um jovem de 18 anos suspeito do homicídio do fisioterapeuta Luiz Eduardo Leite Brasileiro, de 44 anos, que foi encontrado morto dentro do apartamento onde morava, em Campina Grande, no dia 21 de agosto.

O rapaz confessou ter asfixiado o fisioterapeuta durante uma relação sexual. De acordo com a delegada Nercília Dantas, pelo depoimento do jovem, a asfixia teve início como uma brincadeira sexual, mas o rapaz não parou na hora certa e acabou matando o parceiro. ele contou que ambos estavam sob efeito de drogas durante a relação.

Apesar disso, a polícia está considerando o crime como um homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar, visto que o rapaz sabia que deveria ter parado de enforcar a vítima.

Relembre o caso

O fisioterapeuta, que atuava no Hospital de Trauma de Campina Grande, foi encontrado morto dentro do apartamento onde morava, no bairro Bodocongó, no dia 21 de agosto. Ele tinha marcas na região do pescoço, mas não havia sinal de arrombamento do apartamento.

O suspeito foi identificado por imagens das câmeras de segurança do condomínio, que mostraram que ele saiu do apartamento de madrugada.

Do ClickPB
Publicada por F@F em 21.10.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.