Header Ads

Oposição pretende pedir CPI para investigar Cruz Vermelha na ALPB

Já confirmaram assinatura no requerimento todos os 12 deputados pertencentes à oposição na Casa de Epitácio Pessoa

Deputado Walber Virgulino (Foto: Da Net)
Estarrecido com as recentes notícias em torno de uma organização criminosa, que através da Cruz Vermelha, filial do Rio Grande do Sul, teria saqueado os cofres públicos nos estados da Paraíba e Rio de Janeiro, o deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas), preparou requerimento e, nesta segunda-feira (4), deu início à coleta de assinaturas de parlamentares para instalar na Assembleia Legislativa da Paraíba Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar as denúncias.

Já confirmaram assinatura no requerimento todos os 12 deputados pertencentes à oposição na Casa de Epitácio Pessoa, número mínimo necessário para a instalação da CPI, mas diante da gravidade das denúncias, Walber Virgulino espera contar também com assinaturas de parlamentares da base de situação. “É uma questão de interesse de toda a Paraíba, independente de posicionamento político/partidário, espero contar com as assinaturas não apenas da bancada de oposição, mas também da bancada de situação”, disse Walber.

Preocupado com o bom andamento das investigações, Walber Virgulino, informou que também pedirá o afastamento de suas funções dos secretários de estado Waldson de Sousa e Livânia Farias, alvos de operação do Gaeco na segunda fase Operação Calvário. “Vamos pedir o afastamento de suas funções, pois se foram citados no decorrer das investigações, não podem estar à frente das respectivas pastas, pois podem destruir provas, perseguir pessoas e prejudicar as investigações”, disse. “A saúde da Paraíba está na UTI, temos um dos piores serviços de saúde prestados à população em todo o país”, completou.

Do Paraíba Rádio Blog
Em 4.2.19, às 00h

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.