Header Ads

Governador emplaca João e Veneziano e impõe derrota a Cássio, Maranhão e Cartaxo

Com a vitória, Ricardo Coutinho mantém vivo o projeto girassol na Paraíba

Governador Ricardo Coutinho (Foto: Da Net)
O governador Ricardo Coutinho, ainda que não seja o gestor turbinado pelo seu marketing, deu, é inegável, lições de competência política. Emplacou a eleição de seu sucessor, João Azevedo, contribuiu decisivamente para a vitória de Veneziano Vital do Rego ao Senado e, de quebra, atuou de forma cirúrgica para derrotar o senador Cássio Cunha Lima, seu adversário predileto. Não é pouco.

É possível que, após o desfecho das eleições desse domingo, tenha também tirado do senador Zé Maranhão as condições para tentar novas disputas, apesar de ainda ter quatro anos de mandato pela frente. Ou seja, de uma penada, pode ter removido da praça caciques que vinham dominando a cena política nas últimas décadas, e se colocando, ele próprio, com o cacique mais expoente.

Por fim, devolveu com sobras a Luciano Cartaxo as duas derrotas que sofreu em 2012 e 2016, quando perdeu com suas candidatas Estela Bezerra e Cida Ramos, precisamente para o prefeito. Se sobreviver ao tornado jurídico que se avista no horizonte, será um candidato praticamente imbatível pela prefeitura de João Pessoa, em 2020. Até porque, neste momento, não tem oposição organizada.

Do Blog de Helder Moura
Em 09.10.18, às 18h41

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.