Header Ads

Trecho da Ruy Carneiro se rompe; veja pontos bloqueados em JP

Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) informou que uma faixa do trecho foi interditada e o trânsito ficou liberado apenas na faixa esquerda

Trecho da Ruy Carneiro foi interditado (Foto: Imagem compartilhada no WhatsApp)
Um trecho da Avenida Ruy Carneiro foi afetado na manhã desta segunda-feira (17), em João Pessoa, após um buraco se abrir nas imediações da subestação da Energisa, no sentido Centro da via. Não houve feridos.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) informou que uma faixa do trecho foi interditada e o trânsito ficou liberado apenas na faixa esquerda. O local foi sinalizado para orientação dos motoristas.

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informou que o buraco foi ocasionado por quebra na rede de galeria pluvial, que, ao cair, danificou também a tubulação da rede de esgotos da Cagepa. “Equipes da Companhia já estão trabalhando no local e o trecho já foi sinalizado”. Por causa das chuvas, por enquanto, não é possível dar previsão para conclusão dos reparos.

Veja abaixo todos os pontos com bloqueios, em João Pessoa, às 11h:

Ladeira Altiplano – Cabo Branco
– Ladeira em frente ao Paço dos Leões para acessar o bairro de cabo branco interditada 100%, devido a deslizamento de terra.
Barreira do Cabo Branco
– Trecho interditado a partir do início da Rua Desportista José Eduardo de Holanda. Acesso bloqueado também a partir da Rua José Ramalho Brunet.
Av. Rio Grande do Sul
– Trecho entre as avenidas Maranhão e Pará interditado. Buraco no asfalto.
BR-230
– interdição das duas faixas para retirada de árvores, entulhos e manutenção da barreira do Castelo Branco. O acesso à BR pela Pedro II (sentido Cabedelo) ficará bloqueado até o final do serviço.
Ruy Carneiro
– Uma faixa interditada no sentido Centro, ponto oposto à Sub Estação de Energia, devido a problemas na rede de distribuição de água.
Chuvas

De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), segue alta a possibilidade de eventos na Capital e em sua região metropolitana (Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Pedras de Fogo, Conde, Rio Tinto, Caaporã, Alhandra, Pitimbu, Cruz Do Espírito Santo e Lucena).

Também estão em alerta para chuvas os municípios de Baía Da Traição, Capim, Cuité de Mamanguape, Curral De Cima, Itapororoca, Jacaraú, Mamanguape, Marcação, Mataraca, Pedro Régis, Sapé e São Miguel De Taipu.

Segundo estudo divulgado no site Climatempo, nuvens carregadas devem continuar atingindo o litoral da Paraíba ao longo desta segunda-feira. A previsão é de que as áreas de instabilidade enfraqueçam nesta terça (18), diminuindo, assim, o volume das chuvas.

“A semana segue com sol, mas ainda com chance de chuva rápida e fraca no leste da Paraíba. Por enquanto, não há expectativa do retorno da chuva intensa a partir da terça-feira e até o fim da semana”, diz a publicação.

Reservatório transborda

O Açude Marés, situado em João Pessoa, transbordou na sexta-feira (14), em decorrência das chuvas. Na quinta (13), o reservatório estava com 94,66% de sua capacidade (2.022.513,60 m³). Em 24h, o volume subiu para 2.298.181,84 m³, o que corresponde a 107,56%.

Chuvas atingem altos índices

As chuvas ocorridas entre as 9h da quinta e as 9h da sexta-feira foram as de segunda maior proporção para o período de 24h no mês de junho desde 1981, em 38 anos de medições do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em João Pessoa.

Continuou a chover ao longo do fim de semana e na manhã desta segunda-feira (17). Muitos transtornos foram registrados desde o início do temporal. Até a tarde deste domingo, a Defesa Civil de João Pessoa já havia registrado 460 milímetros (mm) de chuvas, o maior volume dos últimos 30 anos.

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 17.06.19, às 12h53

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.