Header Ads

Responsável por acidente em JP fica em silêncio e é liberado

Advogado do investigado, Fernando Queiroz, explicou que a liberação ocorreu porque não havia qualquer medida restritiva de liberdade contra seu cliente

Rainilson Tadeu se apresentou à Central de Polícia Civil (Foto: Reprodução/TV Correio)
O homem apontado como responsável pelo acidente que deixou cinco feridos na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa, no dia 1º de julho, se apresentou à Central de Polícia Civil na noite dessa quinta (4), mas não respondeu às perguntas das autoridades que investigam o caso. Ele foi liberado em seguida.

Leia também


À TV Correio, o advogado do investigado, Fernando Queiroz, explicou que a liberação ocorreu porque não havia qualquer medida restritiva de liberdade contra seu cliente, Rainilson Tadeu da Silva Pereira. Fernando Queiroz também disse que o silêncio do suspeito é uma estratégia da defesa.

“Só quem vai falar é ele e em momento oportuno. Ele queria falar, mas orientei que ele exercesse seu direito constitucional do silêncio e só falasse diante de autoridade judicial. Pela ausência de qualquer medida restritiva de liberdade, ele foi liberado. Hoje, está sendo investigado em liberdade”, disse.

A defesa trabalha para que a liberdade seja mantida por ordem judicial. “Adianto que o procedimento impetrado pela defesa, o habeas corpus preventivo, ainda está pendente de decisão. Estamos pugnando a manutenção da liberdade, mas ainda não houve decisão de mérito pelo Tribunal de Justiça”, completou.

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 05.07.19, às 09h

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.