Header Ads

Mallaguty contesta enquete com Célio em 1º lugar: "cordão de São Francisco"

Vice-presidente do MDB de Guarabira disse que se a disputa pela Prefeitura tiver 4 candidatos, Célio Alves será o quarto colocado

Mallaguty, vice-presidente do MDB de GBA (Foto: Assessoria)
O ex-vereador Armando Rodrigues de Oliveira (Mallaguty), em contato feito via WhatsApp com a editoria de Fato a Fato, contestou o resultado de uma enquete feita pela Rádio Cultura AM, colocando o radialista Célio Alves (PSB) em primeiro lugar na disputa pela Prefeitura de Guarabira.


- Contesto o resultado sim. A emissora não tem culpa. Como a linha telefônica é aberta, sem que possa identificar, verdadeiramente, quem está ligando, qualquer um pode votar. Vi caracterizado o chamado “cordão de São Francisco”, inclusive com pessoas (forçadas) a votar nele (Célio Alves), senão perderia a função no Governo do Estado – afirmou.

Vice-presidente do MDB guarabirense, Mallaguty disse que Célio Alves não é candidato a prefeito de Guarabira em 2020, inclusive se for e tiver 4 postulantes na disputa, ele será o último colocado. “Se o presidente do PSB local teve 30 votos favoráveis na enquete, eu acho ainda muito pouco. A cidade tem mais de 3 mil cargos do Governo do Estado à disposição dele”, acrescentou.

Deputado Raniery, Armando Mallaguty e o ex-governador Roberto Paulino em evento do MDB (Foto: Assessoria)
Quanto a campanha de prefeito no próximo ano, Armando disse que Raniery Paulino vai coordenar o bloco de oposição ao atual gestor no próximo ano. “Ele é um dos nossos grandes trunfos para 2020. É jovem, inteligente, arrojado e o melhor deputado na ALPB. Além disso é o novo, pois nunca disputou a Prefeitura de Guarabira”, disse.

Em relação a Roberto Paulino, Armando Mallaguty chegou a dizer se tratar de outro nome forte do MDB. “Vai ter o apoio do governador João Azevêdo. Aposto nisso. Tenho conhecimento que os entendimentos estão indo bem, inclusive com a união das oposições ao atual prefeito da cidade”, finalizou.

Da Redação/Fato a Fato com Assessoria
Em 01.12.19, às 01h53

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.