Header Ads

Pneumologista alerta para subnotificação do coronavírus na PB: “É motivo de piada”

Ao defender a realização de mais exames, ela disse que é preciso aprender como o vírus está se comportando

A médica pneumologista Enedina Claudino Scuarcialup alertou nesta quarta-feira (18) sobre possível subnotificação de casos de coronavírus na Paraíba. Ela disse que pneumologistas estão preocupados com uma possível subnotificação de casos de pessoas infectadas no estado. “O subdiagnóstico na Paraíba é motivo até de piada”, ressaltou.

Na Paraíba, segundo a Secretarial de Estado da Saúde, não há nenhum caso de coronavírus confirmado até agora.

“A nossa preocupação no estado da Paraíba é a subnotificação. Não estamos fazendo diagnóstico, até pra gente poder agir, tomar decisões. Os pneumologistas estão muito preocupados. A gente precisa fazer diagnóstico, precisamos fazer os testes pra saber quem tem ou quem não tem, pra poder afastar, pra poder restringir, pra poder falar quem fica internado ou quem não fica. Isso é uma grande preocupação. Não é brincadeira”, alertou Enedina Scuarcialup em entrevista ao Bom Dia PB.

Ao defender a realização de mais exames, ela disse que é preciso aprender como o vírus está se comportando, ressaltando que já há modificações.

“Achar que o país é tropical, que é quente, não temos dados para isto”, disse, lembrando que a Organização Mundial da Saúde (OMS) já relatou morte de crianças.

Destempero – O secretário de Saúde do Estado da Paraíba, Geraldo Medeiros, contestou as declarações da pneumologista e disse que ela desconhece a realidade da Paraíba: “A médica é destemperada e está transmitindo pânico para a população. Ela não sabe do empenho dos servidores da secretaria estadual de saúde para propiciar o atendimento adequado aos paraibanos. Desde fevereiro que estamos elaborando um plano estratégico para o enfrentamento da doença. O Estado dispõe de leitos, 590 respiradores, a projeção se for repetido o cenário da China e da Itália, é que vamos precisar de 82. O aspecto de não sair o resultado imediato não modifica em nada o manuseio e os cuidados com o paciente. Cerca de 80% dos pacientes serão tratados em casa e apresentarão sintomas leves de uma gripe comum. Só 15% vai precisar de atendimento hospitalar e menos de 5% precisará de cuidados intensivos. A Secretaria de Saúde da Paraíba está pronta para enfrentar o coronavírus e ontem inclusive fomos elogiados pelo Ministério da Saúde”.

Veja vídeo


Do ParlamentoPB
Publicada por F@F em 18.03.2020, às 17h14

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.