Header Ads

Temporal na Baixada Santista deixa 16 mortos e 32 desaparecidos

Fortes chuvas causaram alagamentos, deslizamentos em morros e transtornos na região. Mortes ocorreram em Santos, São Vicente e Guarujá. Dois bombeiros morreram enquanto buscavam vítimas

Deslizamentos causaram transtornos (Foto: G1)
O temporal que caiu na Baixada Santista na madrugada desta terça-feira (3) causou deslizamentos de terra em morros da região e deixou 16 mortos e 32 pessoas desaparecidas, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Dentre os mortos estão dois bombeiros que trabalhavam nas buscas pelas vítimas em Guarujá, segundo a Defesa Civil do Estado de São Paulo.

Veja onde ocorreram as mortes:

Guarujá: 14 mortes
Santos: 1 morte
São Vicente: 1 morte

De acordo com o capitão e porta-voz do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, Marcos Palumbo, as equipes trabalham nas buscas em Santos, São Vicente e em Guarujá, com 114 bombeiros e 29 viaturas. "Permanecem no local e só sairão após a localização de todas as vítimas e e deixar todos os locais em segurança", disse o capitão.

Inicialmente os bombeiros falavam em até 45 desaparecidos. Às 17h desta terça-feira, a corporação atualizou os dados e informou que 32 pessoas permanecem desaparecidas. "O número de desaparecidos é bastante volátil. Estamos atualmente em um total de 33 desaparecidos. Esse número irá mudar no passar do dia", disse o tenente André Elias, que trabalha no Gabinete do Comandante do Corpo de Bombeiros.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), veio até Santos após o temporal e anunciou que o programa aluguel social será disponibilizado para as pessoas desalojadas após o temporal que atingiu a região da Baixada Santista.

A Defesa Civil do Estado e o Fundo Social de São Paulo coordenam a remessa de 4,6 toneladas de materiais para vítimas nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente.

Matéria completa, fotos e vídeos, clique AQUI

Do G1
Publicada por F@F em 03.03.2020, às 19h13

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.