Header Ads

Em nota, Marcos Martins prova que decisão do TCU foi culpa do prefeito de Mari

O ex-prefeito diz que o atual gestor não prestou contas (como deveria) dos recursos por má e fé e para prejudicá-lo politicamente

Ex-prefeito Marcos Martins (Foto: Reprodução/Google)
O ex-prefeito Marcos Martins (Cidadania), em nota divulgada com os meios de comunicação, atribuiu sua condenação junto ao TCU (Tribunal de Contas da União) a falta de prestação de contas do atual prefeito de Mari, Antonio Gomes (PSDB) que, segundo Martins, agiu de má fé para prejudicá-lo politicamente.

O Tribunal de Contas da União julgou irregulares as contas do ex-prefeito de Mari, Marcos Aurélio Martins de Paiva, no tocante aos recursos recebidos no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no exercício de 2016.

Na nota, Marcos Martins prova que a prestação das contas dos recursos deveria e teria de ser feita até 30 de abril de 2017, já na gestão do atual prefeito Antonio Gomes, conforme a Súmula 230 do TCU e Jurisprudência do STF.

Veja a nota


Da Assessoria com Fato a Fato
Publicada em 27.04.2020 às 19h48

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.