Header Ads

Brejo ainda não tem hospital de referência para pacientes com Covid-19, diz CRM-PB

Presidente do CRM-PB diz: "“Esta é uma situação muito grave. O CRM-PB vai cobrar providências dos gestores locais"

Roberto Magliano, presidente do CRM-PB (Foto: Reprodução)
A micro região do Brejo paraibano, que envolve mais de 20 municípios e quase 300 mil habitantes, contabiliza mais de 200 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgados nesta última quinta-feira (14). Equipe do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) esteve na região e constatou que não há hospital referência para o internamento de pacientes com a Covid-19, nem um planejamento local para as pessoas que não puderem ser transferidas para a região metropolitana de João Pessoa. O CRM-PB vai notificar os gestores responsáveis e pedir providências quanto à regulação e encaminhamento dos pacientes.

Guarabira, a maior cidade da região, com quase 60 mil habitantes e 120 casos confirmados de infecção por coronavírus, tem como unidade de referência para o tratamento da doença a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que atende aos pacientes suspeitos e confirmados, mas não tem capacidade de realizar internamento. Já o Hospital Regional da cidade, que é também uma maternidade, não é referência para o atendimento da doença e está com os procedimentos eletivos suspensos. Conforme a equipe do CRM-PB, o hospital não conta com estoque mínimo de equipamentos de proteção individual (EPI), mas possui seis respiradores na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), três na sala vermelha e quatro de reserva.

“Esta é uma situação muito grave. O CRM-PB vai cobrar providências dos gestores locais. Muito em breve teremos um colapso dos leitos na região metropolitana de João Pessoa e não haverá vagas para os pacientes do Brejo. Onde essa população será tratada?”, questiona o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.

“Atualmente, os pacientes de Guarabira que precisam ser internados, estão sendo transferidos para a região metropolitana de João Pessoa. A UPA faz o atendimento inicial e transfere. Não existem internação e condução de pacientes com coronavírus na região de Guarabira. Estamos preocupados como serão os próximos dias para esta população. Os leitos de enfermaria e UTI da Grande João Pessoa já estão quase no seu limite de ocupação”, acrescentou o vice-presidente do CRM-PB, Antônio Henriques.

Do Wscom
Publicada por F@F em 16.05.2020, às 15h07

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.