Header Ads

Desempregada, mulher aparece como vereadora na PB e não consegue auxílio emergencial

Natural da cidade de Pedra Branca, Simony Ferreira garante que nunca exerceu cargo público

Auxílio é pago pelo Governo Federal (Foto: Reprodução)
"Ia comprar alimento para a minha família", é o relato da paraibana Simony Ferreira da Silva, que teve o auxílio emergencial de R$ 600 negado. Ela está desempregada há mais de 10 anos e disse que o resultado apontou que ela seria vereadora da cidade de Pedra Branca, no Sertão da Paraíba.

Ao Portal T5, ela contou que preenche todos os pré-requisitos para receber o auxílio e buscou ajuda na Caixa Econômica Federal, que realiza o pagamento. De acordo com ela, a agência afirmou que não pode resolver o problema e que a situação deve ser resolvida com o governo federal, que fornece o auxílio devido a pandemia do novo coronavírus.

Simony garante que nunca exerceu cargo público. Com um filho de três anos, a família conta apenas com o salário do esposo. "Estamos contando com a ajuda de familiares. Me sinto injustiçada. Já vi muita gente que não tem direito recebendo", disse à reportagem.

Do Portal T5
Publicada por F@F em 13.05.2020, às 13h15

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.