Header Ads

PF diz que não há mandante e Adélio agiu sozinho ao tentar matar Bolsonaro

De acordo com as investigações, não foram comprovadas a participação de agremiações partidárias, facções criminosas, nem de grupos terroristas ou mesmo paramilitares

Adélio Bispo de Oliveira (Foto: Reprodução/247)
A Polícia Federal (PF) concluiu em um segundo inquérito que não houve mandantes para o ataque a faca contra Jair Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) na campanha presidencial pelo PSL em 2018. O autor da facada, Adélio Bispo de Oliveira, agiu sozinho, sem ajuda de terceiros. A investigação é coordenada pelo delegado Rodrigo Morais e entregue nesta quarta-feira (13) à Justiça Federal no município mineiro.

“O que a investigação comprovou foi que o perpetrador, de modo inédito, atentou contra a vida de um então candidato à Presidência da República, com o claro propósito de tirar-lhe a vida”, destaca o delegado no inquérito.

De acordo com as investigações, não foram comprovadas a participação de agremiações partidárias, facções criminosas, nem de grupos terroristas ou mesmo paramilitares.

Do Brasil 247
Publicada por F@F em 14.05.2020, às 13h5

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.