Header Ads

URGENTE! STF divulga vídeo de reunião ministerial de Jair Bolsonaro; ASSISTA

Autorização para a divulgação do vídeo foi do ministro Celso de Mello, do STF

Bolsonaro comandou reunião (Foto: Reprodução/Google)
O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que foi apontado pelo ex-ministro Sergio Moro como prova na investigação de suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. O material foi disponibilizado quase na íntegra.

Em 24 de abril, Bolsonaro demitiu o então diretor-geral da PF Maurício Valeixo. Moro não tinha sido avisado da demissão e deixou o cargo de ministro no mesmo dia, acusando Bolsonaro de tentar interferir na corporação.

Sérgio Moro pediu demissão depois que o presidente escolheu o delegado Alexandre Ramagem para comandar a corporação no lugar de Valeixo. Em seguida, a nomeação foi barrada pelo STF. No lugar de Ramagem, Bolsonaro nomeou Rolando de Souza, que trocou diversos superintendentes regionais da corporação, inclusive o do estado do Rio de Janeiro, berço eleitoral de Bolsonaro.

A decisão de tornar o vídeo público foi tomada após Advocacia-Geral da União (AGU), Procuradoria-Geral da República (PGR) e o ex-ministro da Justiça se manifestarem sobre a divulgação do vídeo.

Em atualização:

Leia, a seguir, frases do presidente Jair Bolsonaro no vídeo:

“Se precisar, tenho certeza que as Forças Armadas vão cumprir o seu papel”

“Já tentei trocar gente da segurança nossa no RJ e não consegui. E isso acabou. Não vou deixar f*der minha família toda”

“Por isso quero que o povo se arme, pois não quero uma ditadura”

“Se eu fosse ditador, eu ia desarmar a população”.

“O povo armado, jamais será escravizado”

“Não pode algemar o povo”

“Péssimo exemplo o c*, tem gente passando fome. Tem que sentir cheiro de povo”

“Todo mundo tem que tá ligado. Não é apenas cuidar do seu ministério, é tratar da questão política também. A luta pelo poder continua a todo vapor. Desemprego, caos, miséria, desordem social, e outras coisas mais, então essa preocupação, todos tem que ter”

“Eu vou em qualquer lugar no território nacional e ponto final. Espero que ele não decida, monocraticamente, tomar certas medidas, porque teremos crise política de verdade. Se eu errar, se achar ligação minha com empreiteiro, dinheiro na conta, porrada. Agora, frescura em cima do que eu falei?”

“Quando o Partido Comunista do Brasil faz suas convenções, que tem lá Fidel Castro, não tem problema nenhum”

Abraham Weintraub:

“Tem que começar a botar esses vagabundos na cadeia, começando pelo STF”

“Brasília é um cancro de privilégio”

Veja vídeo/Crédio Band News


Do Polêmica Paraíba
Publicada por F@F em 22.05.2020, às 19h46

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.