Header Ads

Edna Henrique lidera lista de deputados que mais faltaram as sessões na Câmara

Dos 492 parlamentares que trabalharam desde o início do ano legislativo até 31 de agosto, ou seja, não tiveram períodos de afastamento ou licença, apenas 66 não faltaram a nenhuma das sessões

Deputada federal Edna Henrique (Foto: Reprodução)
A pandemia do novo coronavírus transformou a vida dos brasileiros, onde muitos tiveram que adotar o regime home office e passaram a trabalhar de suas casas. Na Câmara dos Deputados não foi diferente, onde desde março as atividades da Legislativo foram reduzidas e com as sessões deliberativas – aquelas nas quais a presença é obrigatória – passaram a ser feita de forma remota. Até o fim de agosto, foram 87 encontros (on-line e presenciais) em que os deputados debateram o rumo do país.

Dos 492 parlamentares que trabalharam desde o início do ano legislativo até 31 de agosto, ou seja, não tiveram períodos de afastamento ou licença, apenas 66 não faltaram a nenhuma das sessões realizadas no período. Outros 200 tiveram frequência quase absoluta – somaram uma ou duas ausências cada. Os dados foram obtidos com base nas atas contidas no Portal da Transparência da Casa.

Segundo o levantamento, entre os mais ausentes, está a deputada paraibana Edna Henrique (PSDB-PB), com 40 faltas. Depois dela, estão os deputados Arthur Lira (PP-AL), com 28 faltas; o também paraibano Wellington Roberto (PL), com 26; Guilherme Mussi (PP-SP), com 22; e Nilson Pinto (PSDB-PA), com 19.

Ainda não é possível saber quem justificou ou não as ausências. Segundo a assessoria da Câmara, devido a questões técnicas do sistema, as presenças dos deputados nas sessões virtuais ainda estão sendo registradas: “A Casa está providenciando a adequação do sistema ao padrão correto​”, disse a assessoria ao Portal Metrópoles. 

Edna é internada no mês de abril

A deputada federal Edna Henrique (PSDB), de 61 anos, foi hospitalizada após sentir dores na região do peito no final do mês de abril. A parlamentar estava em Monteiro, no Cariri do estado, quando passou mal. Ela foi socorrida por uma filha para o hospital Antônio Targino, localizado em Campina Grande.

De acordo com a assessoria de comunicação de Edna, ela é cardiopata e usa um marca-passo. Exames descartaram na época que ela tenha tido infarto e a mesma recebeu alta hospitalar.

Regras da Casa

O pagamento da remuneração mensal leva em conta o comparecimento do deputado às sessões deliberativas do Plenário, ou seja, a ausência não justificada acarreta desconto no salário. O deputado perderá o mandato se deixar de comparecer, sem justificativa, a 1/3 das sessões ordinárias de cada sessão legislativa.

As ausências são justificadas e não são descontadas do salário se o parlamentar estiver em missão oficial no país ou no exterior; em casos de doença comprovada por atestado, analisado por junta médica oficial; de licença-maternidade; de licença-paternidade; e de doença grave ou falecimento de pessoa da família até o segundo grau civil.

Do Metrópoles com Wscom
Publicada por F@F em 06.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.