Header Ads

MUITO TESÃO?: especialista dá dicas para não gozar rápido demais – CONFIRA

De acordo com a especialista, um parâmetro para medir se realmente está rápido, é a sensação de satisfação ou insatisfação

De acordo com a especialista, um parâmetro para medir se realmente está rápido, é a sensação de satisfação ou insatisfação (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Gozando rápido demais? Sabe aquela sensação de querer durar mais tempo na transa, mas não conseguir segurar? Se isso já aconteceu e você procurou maneiras de retardar o momento do ápice do prazer, provavelmente encontrou dicas de como pensar em coisas desestimulantes ou brochantes. Mas, a recomendação de quem entende do assunto é não usar essa técnica. Vale lembrar que antes de tentar resolver a questão, é preciso identificar se realmente se trata de um problema.

“Gozar um pouco mais rápido uma vez ou outra é normal, dependendo do nível de desejo, de excitação, e de quanto tempo demorou para a pessoa fazer sexo. Existem fatores que influenciam, como o nível de atração, quanto tempo você está na relação. Tudo isso vai mexer com a disposição para gozar mais rápido ou não”, explica.

Por isso, elencamos três dicas infalíveis para usar caso queira prolongar o tempo na relação sexual. Mas primeiro, é preciso entender o que é gozar rápido.

Rápido quanto?

De acordo com a especialista, um parâmetro para medir se realmente está rápido, é a sensação de satisfação ou insatisfação com o tempo da transa até o ápice de prazer. Já que a velocidade é relativa, e o que é acelerado para uns, pode não ser para outros.

“Se a pessoa está sempre insatisfeita com o controle do orgasmo, e mesmo diminuindo o ritmo, não consegue ficar mais tempo na relação, pode ser sinal de que goza rápido”, esclarece.

O que vai entregar se a velocidade está ou não satisfatória, é a sensação de falta de controle.

Outros estímulos

Esclarecido isso, vamos às dicas para literalmente dar uma segurada na hora “H”. A primeira orientação da especialista é entender que a relação sexual não é apenas penetração ou estímulos de pênis e vulva. Existem formas de conduzir o sexo e fazer durar mais tempo, incluindo beijos, carícias e preliminares, para que a transa fique quente por mais tempo.

Respira

Outra dica valiosa é deixar a ansiedade fora da cama. Seja a preocupação pelo pós sexo, ou pelo desempenho na hora “H”.

“Respire fundo, procure relaxar sem grandes cobranças e se divirta. Traga para o momento presente as sensações corporais de cada órgão sensorial”, ensina a sexóloga.

Treino, muito treino

E por último, vale praticar a sós. “Fazer alguns treinos e perceber como é a masturbação, se é tudo muito acelerado ou mais tranquilo, e tente exercitar o controle do orgasmo no prazer sozinho, para então levar isso para a transa”, finaliza.

Ejaculação precoce?

Essas dicas vão ajudar a controlar o momento que muita gente acaba se “emocionando” e chegando lá antes da hora. Mas, vale ressaltar que gozar rápido é diferente de ejaculação precoce, que é uma disfunção sexual.

De acordo com o urologista e sexólogo, Danilo Galante, “É uma condição que atinge homens de todas as idades, sendo muito mais comum sua ocorrência desde a adolescência e pode ser causado por diferentes fatores. Quem sofre desse problema precisa procurar um especialista na área e fazer o tratamento específico”, ressalta.

Do Metrópoles com Polêmica PB
Publicada por F@F em 28.02.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.