Header Ads

Centro de Saúde da Mulher amplia acolhimento e assistência às santa-ritenses

Atualmente, o Centro oferece serviços de ginecologia, obstetrícia (com foco no pré natal de alto risco), enfermagem, mastologia, nutrição e psicologia. O equipamento ainda realiza exames citológicos e de ultrassom

Mulheres são atendidas (Foto: Secom/PMSR)
Santa Rita (PB) - Um espaço de acolhimento e amplificação da assistência médica às santa-ritenses: essa é a proposta do Centro de Saúde da Mulher Dona Moça, aberto há pouco mais de uma semana em Tibiri II. E a clínica exclusiva do público feminino está fazendo a diferença: com uma equipe multidisciplinar e atenção focada, o novo espaço dedicado à saúde da mulher caminha para se tornar referência em assistência médica feminina em Santa Rita.

“O Centro de Saúde da Mulher já é uma referência como local onde as mulheres de nossa cidade podem falar de sua dor, cientes de que vão procurar, ser acolhidas e encontrar resolutividade para seus  problemas”, avalia Lindinalva Dantas, coordenadora de Atenção Especializada em Saúde.

Ela destaca que o Centro de Saúde simboliza a valorização da mulher, na medida em que olha para o público feminino de forma exclusiva e integrada.

“Aqui olhamos para a mulher como um todo: suas dores físicas e de alma, seus conflitos e necessidades, com muito acolhimento e dando a certeza de que este é um espaço onde ela pode falar e ter respostas”, acrescenta a coordenadora, que antecipa: mais profissionais serão integrados à equipe, ampliando o leque de atenção. 

Atualmente, o Centro oferece serviços de ginecologia, obstetrícia (com foco no pré natal de alto risco), enfermagem, mastologia, nutrição e psicologia. O equipamento ainda realiza exames citológicos e de ultrassom. 

“Vamos seguir ampliando a equipe e a capacidade de realização de procedimentos”, avisa a diretora do Centro, Rose Victor. 

Com apenas uma semana de funcionamento, ela contabiliza média de 30 mulheres atendidas por turbo. Mas sabe que esse público vai crescer exponencialmente, na medida em que as unidades de saúde da família ampliarem os encaminhamentos.

Rose explica que o acesso é exclusivo via UBS e também por meio do serviço de regulação, especialmente nos casos de gestação de alto risco e demandas de psicologia. 

Ela ainda informa que  as mulheres sem cobertura dos postos podem ter atendimento direto. “É o caso das mulheres do bairro Plano de Vida, por exemplo”, ilustra a diretora.

Rose Victor explicou, também, que o protocolo de funcionamento prevê as mesmas regras no caso dos exames citológicos.

“A mulher sem acesso às unidades de saúde básica pode fazer o citológico aqui no Centro, e as demais nas UBSs de sua área de cobertura”, informou a diretora, explicando que o novo equipamento atenderá mulheres de todas as regiões da cidade.

“Esse é um espaço todo nosso, dedicado a acolher e cuidar da saúde da mulher ", finalizou.

SERVIÇO 

Como acessar o Centro de Saúde da Mulher 

Via PSF e encaminhamento da Regulação.

Mulheres fora da área de cobertura das UBSs podem ter atendimento direto.

Agenda de atendimento 

Centro de Saúde da Mulher Dona Moça

Segunda 

Ginecologia (manhã e tarde)

Obstetrícia – pré natal de alto risco (tarde 

Enfermagem (tarde)

Ultrassom (tarde)

Terça 

Nutrição (manhã e tarde)

Enfermagem pré natal (tarde)

Quarta 

Nutrição (manhã e tarde)

Exame Citológico (tarde)

Psicologia (tarde)

Quinta 

Nutricionista (manhã e tarde)

Sexta 

Mastologista (manhã)

Da Secom/PMSR
Publicada por F@F em 27.03.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.