Header Ads

Boatos apontam para anulação da eleição de Raimundo Macedo para a Presidência CMG

Vereador tucano foi eleito para o segundo biênio da Presidência do Legislativo guarabirense

Vereador Raimundo Macedo (Foto: Fato a Fato)
Guarabira (PB) – O assunto ainda é tratado em forma de boato. Pelo menos foi o que comentou o radialista Edcarlo Monteiro, dizendo ter escutado, nos corredores do Poder Legislativo guarabirense, algo em torno de uma possível anulação da eleição do vereador Raimundo Macedo (PSDB) para o segundo biênio da Presidência da Câmara Municipal de Guarabira.

O radialista tratou do assunto no programa Em Cima da Hora desta terça-feira (3), radiofônico que apresenta de segunda às sextas-feiras, das 18h às 19h, pela Rádio Cultura FM de Guarabira. Na ocasião o profissional entrevistava o vereador Marcelo Bandeira (PDT).

Pelo que Fato a Fato apurou, inclusive sem dados oficiais, há, entre os vereadores, a tratativa de boatos em torno da anulação da eleição do segundo biênio para a Presidência da Câmara Municipal de Guarabira. Quem se elegeu foi o vereador Raimundo Macedo, parlamentar ligado ao grupo Toscano.

No primeiro biênio (2021/2022), quem se elegeu e está dirigindo o Poder Legislativo guarabirense é o vereador Wilson Gomes Filho (Wilsinho – PL). As duas eleições foram feitas no mesmo dia, como ocorreu em outras câmaras pelo interior da Paraíba.

Fato a Fato entrou em contato com o vereador Raimundo Macedo que, em conversa rápida, disse ter conhecimento dos boatos. “Já faz algum tempo que ouço essa conversa. Estou tranquilo quanto a lisura na eleição. Tudo foi feito de acordo com a legislação e o Regimento Interno da Câmara Municipal”.

Raimundo disse ainda que tudo ocorreu conformo os trâmites legais, com votos em ata e registro dos votantes. “Eu até torço para que isso ocorra (possível anulação), só assim haveremos de provar a lisura de como se procedeu a eleição”.

Da Redação/Fato a Fato
Publicada em 03.05.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.