Header Ads

Sargentos da PM são presos em operação para desarticular grupo criminoso na PB

O grupo é suspeito de atuar com a prática de crimes em Rio Tinto, Mamanguape, Baia da Traição e outras cidades

Prisões ocorreram em Mamanguape (Foto: Divulgação/PC)
João Pessoa (PB) - A Polícia Civil deflagrou uma operação nas primeiras horas desta sexta-feira (22) contra suspeitos de integrar uma organização criminosa no Vale do Mamanguape, região do Litoral Norte da Paraíba. Entre os presos estão dois sargentos da Polícia Militar, que estão prestando depoimento na Central de Polícia, em João Pessoa.

De acordo com a Polícia Civil, a operação “Produtor do Vale” teve como foco atingir um grupo que realizava vários crimes na região, e que teria apoio de agentes públicos. Os detalhes da operação serão divulgados em uma entrevista coletiva prevista para às 10h, na delegacia seccional de Polícia Civil de Mamanguape.

O grupo é suspeito de atuar com a prática de crimes em Rio Tinto, Mamanguape, Baia da Traição e outras cidades. Segundo a Polícia Civil, a organização é apontada pela prática de um assalto de meio milhão de reais em Mamanguape, quando um policial militar saiu ferido.

Além disso, a polícia identificou que, durante o assalto a casa de um comerciante, eles fizeram a família refém e pediu que todos se despissem sob ameaça de morte. A organização chegou a promover o crime conhecido como disciplina – raspando cabeças de mulheres, além de ter no histórico assaltos a seguranças de instituições como o Detran e até universidades.

A ação contou com várias equipes de Mamanguape e Solânea, no Brejo, além de Delegacias especializadas, como a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) e do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Do MaisPB
Publicada por F@F em 22.07.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.