Header Ads

Ministro da Educação compara Lula e Dilma a droga apreendida em avião da FAB

Na tarde de quarta-feira, (26/6), o sargento Manoel Silva Rodrigues, 38 anos, foi preso por transportar 39kg de drogas em um avião da FAB

Abraham Weintraub (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O ministro da Educação Abraham Weintraub usou as redes sociais para comentar a prisão de um sargento da Aeronáutica na Espanha pelo transporte de 39kg de cocaína em avião da Força Aérea (FAB). Em dois tweets, Weintraub ironizou a situação e alfinetou o PT.

“Tranquilizo os ‘guerreiros’ do PT e de seus acepipes: o responsável pelos 39 kg de cocaína nada tem a ver com o Governo Bolsonaro. Ele irá para a cadeia e ninguém de nosso lado defenderá o criminoso. Vocês continuam com a exclusividade de serem amigos de traficantes como as Farc”, postou.

Em outro comentário, o ministro fez piada com a situação e ironizou os ex-presidentes Lula e Dilma. “No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”, escreveu

Drogas no avião da comitiva presidencial

Na tarde de quarta-feira, (26/6), o sargento Manoel Silva Rodrigues, 38 anos, foi preso por transportar 39kg de drogas em um avião da FAB. A mercadoria está avaliada em mais de R$ 8 milhões.

Horas após a prisão, o presidente Jair Bolsonaro foi ao Twitter comentar a prisão do sargento. O chefe do Executivo disse que o episódio é “inaceitável”.

“Apesar de não ter relação com minha equipe, o episódio de ontem, ocorrido na Espanha, é inaceitável. Exigi investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB. Não toleraremos tamanho desrespeito ao nosso País!”, escreveu o presidente na rede social. O sargento, que é comissário de bordo, não atenderia ao avião presidencial, mas ao avião reserva.

Do Correio Braziliense
Publicada por F@F em 27.06.19, às 16h46

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.