Header Ads

TRT julga OAB-PB por abuso sexual e moral

Advogados da Ordem tentam, amanhã, reverter condenação de 1a instância

Sede do TRT-PB (Foto: Da Net)
Acontece nesta terça-feira, 1º de outubro, na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PB) em João Pessoa,  o julgamento do caso de assédio sexual e moral contra a Ordem dos Advogados da Paraíba (OAB-PB).

O julgamento começa a partir das 08h. O processo foi movido por uma servidora da OAB-PB.

Veja abaixo matéria publicada no ClickPB

OAB-PB é condenada a pagar mais de R$ 150 mil a ex-servidora que denunciou assédios sexual e moral

Foi estabelecido o valor de R$ 50 mil por assédio sexual, R$ 30 mil por assédio moral e R$ 77 mil por verbas trabalhistas

O juiz da 8ª Vara do Trabalho, Rômulo Tinoco, condenou a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Paraíba a pagar indenização de R$ 157 mil a uma servidora que denunciou o então secretário geral da instituição, Assis Almeida, por assédio moral e sexual. Atualmente, ele ocupa o cargo de presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Paraíba.

Lanusa do Monte foi demitida do cargo de secretária na OAB-PB após 20 anos de serviço, ao denunciar o caso. O caso tramita em segredo de Justiça.

Sabe-se que foi estabelecido o valor de R$ 50 mil por assédio sexual, R$ 30 mil por assédio moral e R$ 77 mil por verbas trabalhistas.

Ainda cabe recurso contra a decisão.

Do ClickPB
Em 28.06.2019 às 13:23

Veja print da matéria do ClickPB




Da Redação/Fato a Fato com ClickPB
Em 30.09.19, às 20h17

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.