Header Ads

ALPB aprova criação da campanha Janeiro Violeta de prevenção ao câncer de pele

O deputado Jeová Campos parabenizou o deputado Anderson Monteiro pela matéria e acrescentou que é fundamental informar a população a respeito dos cuidados em relação ao câncer de pele

Projeto foi aprovado por unanimidade (Foto: ALPB)
A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (4), o projeto de Lei 541/2019, que institui no estado a campanha de prevenção ao câncer de pele, intitulada de Janeiro Violeta.  O deputado Anderson Monteiro, autor da proposta,  destacou a necessidade de incentivar a prevenção do câncer de pele entre a população, por meio dos órgãos de serviço público visando conscientizar e orientar, principalmente, à prática do exame.

"Segundo relatório da OMS, 60 mil pessoas por ano morrem de doenças relacionadas ao excesso de radiação solar no corpo. Desta forma, é urgente a necessidade de atenção redobrada com a exposição excessiva da pele ao sol”, justificou Monteiro.

O deputado Jeová Campos parabenizou o deputado Anderson Monteiro pela matéria e acrescentou que é fundamental informar a população a respeito dos cuidados em relação ao câncer de pele. Ele ressaltou que a Paraíba, por sua localização, torna-se uma área mais exposta aos raios solares causadores desse tipo de patologia. "O câncer de pele é resultado, justamente, da exposição ao sol. A partir do momento que uma ação como esta é passa a ser fundamental chamar atenção do coletivo social para voltar-se sobre a temática”, observou Jeová.

Os deputados também votaram favoráveis ao PL 407/2019, do presidente da Assembleia Adriano Galdino, vedando a cobrança de valor adicional pelo uso de equipamentos suplementares como ar-condicionado, televisor e o serviço de internet em ambientes de leitos de hospitais, clínicas e maternidades, bem como as operadoras de plano de saúde. “Essa cobrança adicional além de abusiva, afronta a dignidade da pessoa humana, já que geralmente ocorre em situações de fragilidade dos pacientes”, justificou Galdino. 

Da Agência ALPB
Publicada por F@F em 04.12.19, às 20h04

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.