Header Ads

CBF demite Washington após polêmica em Caxias x Botafogo pela Copa do Brasil

Ex-jogador era diretor de desenvolvimento da entidade desde fim de novembro e foi demitido pelo telefone após exibir lance de possível pênalti para comissão técnica do time gaúcho

Washington, diretor da CBF, mostra lance polêmico para técnico do Caxias (Redação Sport TV)
A CBF divulgou nota na tarde desta quinta-feira informando que demitiu Washington. O ex-jogador foi flagrado mostrando um lance polêmico da partida a integrantes da comissão técnica do Caxias-RS, que recebia o Botafogo pela Copa do Brasil. O jogo terminou 1 a 1 e classificou a equipe carioca.

Ele foi demitido por telefone pela CBF depois de menos de 80 dias no novo cargo. Washington estava em viagem, mas a entidade máxima do futebol brasileiro decidiu dar logo uma resposta ao caso. Bem avaliado - e com bom relacionamento - apesar do pouco tempo na CBF, ele substituía Juninho Paulista, que assumiu a vaga de Edu Gaspar na coordenação da Seleção.

A reportagem tentou falar com o ex-jogador, mas não conseguiu contato.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informa que, em decorrência dos episódios registrados no jogo entre Caxias e Botafogo, válido pela Copa do Brasil nesta quarta-feira, 5, Washington Cerqueira foi desligado do cargo de Diretor de Desenvolvimento da entidade.

A CBF agradece a Washington pelos serviços prestados, reconhecendo suas inúmeras qualidades pessoais, sua capacidade como dirigente e sua grande trajetória como jogador".

Washington foi nomeado por Rogério Caboclo no fim de novembro - mais precisamente, anunciado no dia 19 daquele mês. Ele acompanhou o Mundial sub-17 em Brasília, onde exercia, antes, cargo de secretário Nacional de Esportes, Educação, Lazer e Inclusão Social, do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Na partida em Caxias, o time da casa reclamava de pênalti no fim do primeiro tempo não marcado pelo árbitro. Em cruzamento de Gilmar, a bola bateu no braço de Marcelo Benevenuto dentro da área. Para o comentarista Sandro Meira Ricci, foi penalidade clara.

Mas o árbitro Lucas Canetto Bellote mandou o jogo seguir, para revolta dos donos da casa. No fim do jogo, o árbitro foi cercado por jogadores e integrante da comissão técnica do Caxias e e chegou a ser agredido com uma joelhada por um dirigente do time gaúcho.

Washington tem grande identificação com o Caxias, clube que iniciou a carreira no início dos anos 1990 e chegou a ser vereador na cidade após a aposentadoria.

Do GE
Publicada por F@F em 07.02.2020, às 01h09

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.