Header Ads

Coronavírus: Deputado critica perseguição a policial que pediu fim do isolamento social

O policial militar que expressou sua opinião favorável ao isolamento vertical trabalha na cidade de Guarabira onde até agora nenhum caso de coronavírus foi registrado

Policial foi afastado pelo IV BPM (Foto: Reprodução)
O deputado estadual Cabo Gilberto Silva acusou o Governo do Estado de continuar as práticas de perseguição aos policiais militares na Paraíba, após determinar o afastamento de um PM que expressou nas redes sociais sua opinião favorável a volta dos trabalhadores aos postos de serviço, reabertura do comércio,  contra o isolamento horizontal e favorável ao isolamento vertical protegendo idosos e grupos de risco.

“É típico desse Governo ditador alvo da Calvário que persegue a polícia e sucateou a saúde na Paraíba. Pagou mais de R$ 1,5 bilhão para Organizações Sociais envolvidas na Operação Calvário e diz não ter dinheiro para valorizar nossos policiais. O Governo afasta um PM que apenas expressou sua opinião e prejudica toda uma população que vai ficar sem o trabalho do profissional operacional e competente”, denunciou o parlamentar na tarde desta quarta-feira ao Blog do Marcelo José.

O deputado lamentou a atitude que chamou de ditatorial. “Entendo que estejamos em um país democrática em que se possa pelo menos expressar opinião. O policial é quem vive nas ruas em contato com o povo. Ele está ouvindo e vendo as pessoas sem ter mais dinheiro para fazer a feira e levar comida para a esposa e filhos. O governador e o comandante estão no seu conforto com contracheque gordo, geladeira farta, mas o trabalhador está passando fome. Isso ele não quer ver”, desabafou o deputado.

O policial militar que expressou sua opinião favorável ao isolamento vertical trabalha na cidade de Guarabira onde até agora nenhum caso de coronavírus foi registrado.

Do Paraíba Rádio Blog
Publicada por F@F em 11.04.200 às 08h31

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.