Header Ads

Após 15 óbitos por Covid-19, Emerson Panta anuncia lockdown em Santa Rita

O prefeito Emerson Panta anunciou que pediu apoio do governo do estado para implantação da medida

Prefeito Emerson Panta (Foto: Reprodução/Wscom)
Após o registro de mais de 100 casos, com 15 óbitos em decorrência da infecção do novo coronavírus, Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, adotará o estado de lockdown (bloqueio de suas entradas) para tentar conter o avanço da Covid-19 no município. O prefeito Emerson Panta anunciou que pediu apoio do governo do estado para implantação da medida.

A preocupação do gestor é que o avanço continue em ritmo acelerado, como vem acontecendo nos últimos dias. Apesar dos apelos de prevenção e distanciamento social, parte da população não está colaborando e tem desrespeitado o isolamento recomendado pelas autoridades.

“Precisamos colocar um freio nesta situação e barrar esta pandemia enquanto podemos. Melhor fazer agora, de forma planejada e organizada, enquanto há tempo. Não queremos ver os números se transformando em nomes de amigos, de familiares, por isso precisamos do apoio do governador, mas também da população em geral”, afirmou o prefeito.

Panta elencou diversas medidas adotadas desde 17 de março, quando a prefeitura emitiu seu primeiro decreto, mas que ainda estão sendo insuficientes para o controle dos casos na cidade. O prefeito chegou a ir às ruas em carro de som pedir conscientização às pessoas e lançou diversos procedimentos de combate.

A vacinação contra a influenza nos mais de 12 mil idosos do município foi realizada em domicílio pelos profissionais; o pagamento dos servidores municipais foi antecipado nesses últimos dois meses e dividido em categorias para evitar aglomeração nas agências bancárias; 50 mil máscaras distribuídas entre a população; Procon, Vigilância Sanitária e Polícia Militar em ações diárias de fiscalização; desinfecção de espaços públicos; apelo nos meios de comunicação e redes sociais.

“Ainda assim, não foi suficiente para conter o crescimento dos casos. Por isso, avaliamos os dados, debatemos com equipe técnica, e chegamos a esta decisão”, argumentou o prefeito, que se reunirá com o governador João Azevedo para a implantação do confinamento, que prevê a manutenção apenas de serviços estritamente essenciais.

Do Wscom
Publicada por F@F em 04.05.2020 às 14h32

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.