Header Ads

Teotônio diz que débito da PMG avançou R$ 8 milhões em apenas um ano; "Assim vai quebrar"

Pré-candidato também apresentou outros dados sobre o IAPM, Cagepa e INSS, e adiantou que irá revelar o débito com fornecedores

Professor Antonio Teotônio (Foto: Assessoria)
Durante a “Live com Teotônio”, programete semanal levado ao ar nas noites de quinta-feira pelas redes sociais, na edição da última quinta (30), o pré-candidato a prefeito Teotônio (PDT) denunciou o aumento do débito da Prefeitura de Guarabira, durante a gestão do prefeito interino Marcus Diogo (PSDB). Em seu programa de rádio nesta quarta-feira, pela Cultura FM, ele voltou a tocar no assunto para conhecimento dos ouvintes.

Com documento em mãos, extraído do site do Tribunal de Contas da Paraíba, Teotônio revelou que em 2018, na prestação de contas anual, o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) apresentou débito de R$ 47.909.058,24. Em dezembro de 2019, na gestão interina de Marcus Diogo, em apenas um ano, o débito passou dos R$ 47.909.058,24 para R$ 56.425.463,60, um aumento de mais de oito milhões reais.

“Guarabirenses, se continuar assim a prefeitura vai ‘quebrar’. Porque em só um ano, aumentou 18% o débito. Isso aqui é só débito com precatório, INSS, IAPM, PASEP, Energisa e Cagepa. Fora serviços, fora fornecedores… Se continua assim, a prefeitura ‘quebra’. Vou repetir: passou de R$ 47 milhões para R$ 56 milhões, computando oito meses da gestão do interino”, denunciou Teotônio.

No ano de 2019, ainda de acordo com Teotônio, a Prefeitura de Guarabira tinha um débito com a Cagepa de 2.110.394,59. E como não houve pagamento, o débito total passou de 13.806.187,71 para 15.916.582,30 milhões reais.

“A Prefeitura de Guarabira não pagou a Cagepa, no ano de 2019, nenhum centavo (…) E repito: quem está dizendo isso, quem colocou isso no papel não foi Teotônio não, foi a prefeitura, foi o próprio prefeito e a sua contadora. Colocou porque é esse o déficit. É falta de planejamento. Estão gastando a toque de caixa. (…) Eu vou repetir, se continuar assim vai ‘quebrar’ o município. Eu lamento bastante”, reforçou o pré-candidato do PDT.

Ele também apresentou outros dados sobre o IAPM, Cagepa e INSS, e adiantou que irá revelar o débito com fornecedores.

Ouça áudios com Teotônio AQUI

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 07.05.2020 às 14h17

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.