Header Ads

Funcionários dos Correios entram em greve em todo o país

A partir desta terça-feira (18), os trabalhadores dos Correios pararam as atividades por tempo indeterminado

Greve começou ontem, 17 (Foto: Reprodução)
Os funcionários dos Correios de todo o país entraram em greve a partir das 22h dessa segunda-feira (17) em locais com terceiro turno de trabalho e da 0h desta terça-feira (18) nos locais sem terceiro turno. São cerca de 100 mil trabalhadores que paralisaram as atividades por tempo indeterminado, contra a retirada de direitos, contra a privatização da empresa e negligência com a saúde dos trabalhadores em relação à Covid-19.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect) informou em texto publicado na internet, que desde o início de julho, tenta, junto aos sindicatos filiados, dialogar com a direção dos Correios em torno da pauta de negociação. ''No entanto, além da empresa se negar a negociar, a categoria foi surpreendida desde o dia 1º de agosto com a revogação do atual Acordo Coletivo que estaria em vigência até 2021'', diz o texto.

Segundo a Fentect, foram retiradas do acordo 70 cláusulas com direitos como 30% do adicional de risco, vale alimentação, licença maternidade de 180 dias, auxílio creche, indenização de morte, auxílio para filhos com necessidades especiais, pagamento de adicional noturno e horas extras.

Os trabalhadores também lutam contra a privatização dos Correios, o aumento da participação dos trabalhadores no Plano de Saúde e acusam a empresa de negligência com a saúde dos funcionários na pandemia da Covid-19. ''Em uma verdadeira batalha judicial, a Fentect e seus sindicatos tiveram que acionar a Justiça para garantir equipamentos de segurança, alcool em gel, testagem e afastamento dos grupos de risco e aqueles que coabitam com grupos de risco ou possuem crianças em idade escolar'', diz o texto da Federação.

Do ClickPB
Publicada por F@F em 18.08.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.