Header Ads

GUARABIRA! PT decide por aliança com MDB/Cidadania, diz presidente do partido

Em contato feito pela editoria de Fato a Fato, o presidente do PT em Guarabira analisou o comportamento dos diretorianos e o resultado das duas deliberações

Professor Júnior Rocha (foto) diz que o apoio da Família Paulino às candidaturas de Lula e de Haddad pesou favorável na deliberação dos diretorianos (Foto: Arquivo Pessoal)
O presidente da Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), professor Júnior Rocha, anunciou que a maioria dos diretorianos decidiu integrar e apoiar a aliança MDB/Cidadania, recentemente formalizada pelo governador João Azevêdo para as eleições deste ano em Guarabira. 

Em reunião virtual realizada no dia 27 de julho, os diretorianos do PT decidiram não lançar candidatura própria a prefeito de Guarabira. O resultado da votação, segundo Júnior Rocha, foi 10 a 4.

Já no dia 2 de agosto, também de forma virtual, o PT guarabirense deliberou sobre a questão de alianças. Aos diretorianos, foi perguntado com quem o partido deveria se coligar nas eleições em Guarabira.

Conforme o presidente do PT, 13 votaram favoráveis à coligação com o MDB e o Cidadania, nenhum dos participantes votou em favor do PDT, dois diretorianos se abstiveram e ocorreram duas faltas na votação. 

Em contato feito pela editoria de Fato a Fato, o presidente do PT em Guarabira analisou o comportamento dos diretorianos e o resultado das duas deliberações.

Segundo Júnior Rocha, o voto da Família Paulino, especialmente o apoio do ex-governador Roberto Paulino e de seu agrupamento político às candidaturas de Lula e de Haddad à Presidência da República foi, na sua opinião, motivo pelo qual o Diretório do PT decidiu pela a aliança com o MDB e o Cidadania.

Outro ponto apontado por Rocha diz respeito a defesa dos integrantes do Cidadania em Guarabira as postulações do PT em nível nacional. "O nosso partido, através do ex-deputado Luiz Couto como secretário de Agricultura do Governo do Estado, também facilitou os entendimentos em torno do que foi decidido", concluiu Júnior. 

Da Redação/Fato a Fato
Publicada em 04.08.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.