Header Ads

Atlético-GO elimina o Fluminense e se classifica para oitavas da Copa do Brasil

Ex-tricolor, Marlon Freitas marca um, Muriel falha duas vezes, e Dragão ganha com autoridade por 3 a 1

Chico, do Atlético-GO, comemora o primeiro gol contra o Fluminense do Rio de Janeiro. Equipe carioca não se classificou (Foto: Reprodução)

O Atlético-GO está classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. E com muita justiça, diga-se de passagem. O time de Vagner Mancini, mesmo sem uma grande atuação, teve o domínio do jogo nos 90 minutos diante de um Fluminense lento e perdido em campo. Com gols de Chico, do ex-tricolor Marlon Freitas e de Matheus Vargas aos 47 do segundo tempo, o Dragão venceu por 3 a 1 e evitou o drama dos pênaltis. Luccas Claro descontou para o Flu, mas não foi o suficiente depois da vitória por 1 a 0 no jogo de ida.

Sina tricolor

Com a eliminação, o Fluminense aumentou o jejum para seis anos sem se classificar sobre um time da Série A na Copa do Brasil. A última vez foi em 2015, quando o Tricolor eliminou o Grêmio nas quartas de final.

Bolso cheio

Com a classificação, o Atlético-GO garantiu uma bolada. A premiação para os times que avançam para as oitavas da Copa do Brasil é de R$ 2,6 milhões.

Sorteio

O Atlético-GO foi o último classificado da quarta fase da Copa do Brasil e se junta a Botafogo, Ceará, América-MG e Juventude. Vale lembrar que nas oitavas de final entram os times brasileiros que disputam a Libertadores. O sorteio acontece na próxima quinta-feira, às 11h30 (de Brasília), na sede da CBF no Rio de Janeiro.

Agenda

Antes das oitavas de final, o Atlético-GO volta as atenções ao Campeonato Brasileiro. O Dragão joga domingo contra o Botafogo no Estádio Olímpico novamente, às 18h15 (de Brasília). O Fluminense volta a campo na segunda-feira, às 20h, quando recebe o Coritiba no Nilton Santos.

Primeiro tempo

O primeiro tempo começou como o Atlético-GO queria: com apenas 10 minutos, os donos da casa já tinham revertido a desvantagem da derrota no jogo de ida. Graças a uma falha de Muriel. O goleiro soltou uma bola fácil nos pés de Chico, que abriu o placar. O Fluminense, que também levou sustos em chute de Marlon Freitas e cabeçada de Ferrareis, não conseguiu atacar. Só foi dar o primeiro chute aos 40 minutos com Calegari, ainda assim bloqueado. Mas conseguiu achar um gol nos acréscimos na bola parada, com Luccas Claro aproveitando escanteio de Egídio. Alívio para um time que não jogou nada.

Segundo tempo

Odair obviamente não gostou do que viu e voltou do intervalo com Felippe Cardoso. E o atacante teve a chance em um raro contra-ataque puxado por Pacheco e Nenê aos 30 minutos, mas chutou para fora. O Atlético-GO seguiu melhor, apesar de não ter retornado com a mesma intensidade da etapa inicial. Manicini colocou Brandão para brigar pelo alto na área, mas o segundo gol veio por baixo. Muriel espalmou para frente a bomba de Janderson, e Marlon Freitas fuzilou no rebote. Aos 37, Luccas Claro salvou em bote preciso o que poderia ter sido o gol da classificação de Matheus Vargas. Mas o próprio atacante não perdeu a segunda chance, nos acréscimos e selou a vaga.

Do GE
Publicada por F@F em 25.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.